Caso Jamil

Polícia prende autor de crime bárbaro ocorrido em Paranaíba

Jamil Balduino foi surpreendido, espancado e morto com cinco tiros dentro de sua residência

28/01/2018 15:31


Investigadores da Polícia Civil de Paranaíba prenderam Laércio Ferraz de Olanda (47) na manhã de sábado (27), em uma chácara no município de Cassilândia. Ele teria assassinado Jamil Balduíno Machado (63), com cinco tiros, no final do ano passado.

O suspeito estava foragido desde a data do crime. Policiais de Cassilândia participaram da prisão.

De acordo com a assessoria de imprensa da Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba, por mais de quarenta dias foram efetuadas diversas diligências, campanas e troca de informações com policiais de Goiás, Mato Grosso e São Paulo, na busca por informações que pudessem levar ao paradeiro do criminoso.

Nas últimas semanas, surgiram informações de que Laércio estaria escondido em Cassilândia e se encontrando com sua ex-mulher. Os investigadores fizeram um levantamento dos locais frequentados pela família e amigos de Laércio.

Na quinta feira (25), os investigadores conseguiram identificar o local e decidiram montar vigilância permanente, observando quando a ex-mulher do assassino chegaria ao local. Os policiais permaneceram durante a madrugada, esperando até que pudessem visualizar Laércio. Isso só ocorreu no dia 27 pela manhã, momento em que ele foi abordado e recebeu voz de prisão.

Ainda de acordo com as informações repassadas pela Polícia Civil, também foi localizada e apreendida a arma utilizada no crime, um revólver calibre 32. Laércio Ferraz de Olanda já tinha andado de prisão expedido em seu desfavor pela comarca de Paranaíba e ficará à disposição da Justiça.

Outras pessoas que teriam ajudado na ocultação da arma e na fuga do criminoso também estão sendo investigadas pela Polícia Civil.


Leonardo Guimarães