AÇÃO POLICIAL

Traficante aluga casa de luxo para vender drogas e acaba preso

Duas pessoas ligadas a um presidiário foram flagradas com cocaína e arma

02/02/2018 17:53


Duas pessoas foram presas pela Polícia Civil de Três Lagoas, nesta sexta-feira (2), acusadas de tráfico de drogas, associação ao tráfico e porte de arma sem registro. Uma casa de luxo teria sido alugada e mobiliada por um dos presos apenas para a venda de drogas.

Aos policiais, o preso confessou que comprou móveis, televisor e geladeira, além de um carro seminovo, com dinheiro do tráfico. Ainda, que recebia cerca de R$ 5 mil por mês, pela ação criminosa e que os R$ 50 mil eram repassados mensalmente a traficante vindo de Campo Grande. 

A investigação do caso, contudo, começou no dia 25 de janeiro com a prisão do primeiro suspeito pela Polícia Militar. Thiago Alves da Silva, de 28 anos, foi pego com drogas e R$ 12 mil em dinheiro em uma rua do bairro Jardim dos Ipês, perto da casa alugada pelo comparsa, que não tinha passagens pela polícia.

A descoberta dele foi possível com a investigação da Polícia Civil sobre Sidnéia Silvério, de 30 anos, mulher de Thiago. O flagrante foi possível após ela sacar R$ 50 mil em dinheiro em um banco, que seria para o comparsa pagar traficante de Campo Grande.

Com a mulher foram apreendidos um celular roubado e um aparelho de TV, sem nota fiscal. 

Na casa do preso, o delegado Messias Pires disse que os policiais encontraram porções de cocaína e maconha e uma pistola calibre 380, com numeração raspada. No carro que usava, em um fundo falso, havia o dinheiro sacado pela comparsa. A dupla presa foi levada aos presídios masculino e feminino ainda na noite de sexta-feira. (Com informações de André Barbosa)

*Material editado para acréscimo de informções e imagens.

Veja Galeria: 


Valdecir Cremon