família

Avó procura polícia para denunciar ex-nora por perturbação de sossego

Vítima detém a guarda de neto e diz que agressora liga e manda mensagens ofensivas frequentemente

03/01/2019 17:14


Uma avó de 54 anos procurou a 3ª Delegacia de Polícia Civil para denunciar a ex-nora por perturbação de tranquilidade, na tarde de quarta-feira (2), em Três Lagoas. A vítima disse que frequentemente a agressora de 34 anos manda mensagens via aplicativo de celular. Também, que liga dizendo palavras ofensivas ao ex-companheiro, com quem manteve um relacionamento de três anos.

Segundo a vítima, ela detém a guarda da filha do ex-casal, uma criança de um ano e seis meses. A avó mora no residencial Novo Oeste, no condomínio Andorinha. Ela disse aos policiais que foi chamada de “vagabunda”, entre outros palavrões.

Cansada das ofensas, disse não saber o motivo pelo qual a agressora a perturba e que nunca negou visitas à criança. “Só quero reestabelecer a paz e o sossego”, disse aos policiais.


André Barbosa