Economia

Populares saem de circulação em 2019

Montadoras anunciaram que modelos tradicionais terão fabricação suspensa este ano para abrir espaços para novos modelos

17/03/2019 10:00


Quem está pensando em comprar carro novo, neste ano, deve ficar atento para não adquirir um modelo que vai sair de linha ao longo de 2019. Alguns já tiveram até o fim da produção confirmado. Outros vão permanecer no mercado, mas em novas gerações.

FORD

A Ford já comunicou oficialmente na Argentina, onde o Focus é fabricado, que as linhas de produção serão desativadas em maio. A gama não terá nenhum substituto direto no Brasil. A decisão da Ford tem cunho comercial, pois os segmentos de sedãs e hatches médios têm sofrido sucessivas retrações. O Focus está na terceira geração de vendas no Brasil.

WOLKSWAGEN

A SpaceFox da Volkswagen vai sair de linha, porém, o modelo segue à venda no Brasil, pois ainda existem veículos nas concessionárias. A perua, inclusive, consta normalmente no site comercial da Volkswagen mas a comercialização será encerrada assim que os estoques chegarem ao fim.

IMPORTADOS

Um dos carro mais vendidos no brasil, no segmento luxo, o Toyota Corolla não vai sair de linha porém, a atual geração será substituída por outra inteiramente nova e quem está interessado no sedã deve esperar um pouco para adquirí-lo ou então barganhar um desconto generoso antes da chegada do novo modelo, que já foi, inclusive, apresentado no exterior.

A situação do HB20 é semelhante à do Corolla: ele não vai sair de linha, mas será substituído por uma nova geração. No caso de modelos populares, é comum que o mais antigo siga em produção, Isso vai acontecer, por exemplo, com o Onix e o Prisma. Porém, não deverá ser o caso do compacto da Hyundai, por questões industriais. 

Embora a estratégia comercial da empresa seja desconhecida, sua fábrica em Piracicaba (SP) já trabalha no limite, o que pode inviabilizar a manufatura de tantos produtos.

O novo HB20 vai manter a plataforma do modelo atual, com carroceria redesenhada e novidades no motor e câmbio. A marca promete um carro ainda potente.


Marcelo Marcos