INVESTIGAÇÃO

Acusado de estuprar criança de 11 anos é preso em Paranaíba

O acusado aguardava a mãe da criança se deitar para poder praticar os abusos

12/07/2019 16:19


Um homem de  43 anos foi preso na tarde de quinta-feira (11), acusado de estuprar uma menina de 11 anos, em sua residência, localizada na rua Getúlio Vargas, no Jardim América. A prisão foi possível após investigações do SIG (Setor de Investigações Gerais) da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba, juntamente com a DAM (Delegacia de Atendimento à Mulher). 

Segundo a polícia, a mãe da criança residia na cidade do Interior do Piauí, e foi convidada para morar juntamente com o autor em Paranaíba, quando começou aliciar a menor e estuprá-la. O homem aguardava a mãe da criança se deitar para poder praticar os abusos.

Na tarde da última segunda-feira (8) a mulher de 43 anos, também foi vítima de agressões na residência do casal. A vítima é natural da cidade Campo Maior, no interior do Estado do Piauí, e havia se mudado para Paranaíba, juntamente com a filha de 11 anos, que também havia sido agredida, após conhecer o homem em uma rede social, conforme ocorrência registrada na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Paranaíba.

De acordo o relato da vítima à polícia, durante 40 dias manteve contato com o homem por uma rede social, que aparentava ser calmo, educado, prestativo e sem demonstrar nenhum tipo de vício. Entretanto, ao ser envolvida pelo homem, acabou se mudando para Paranaíba, período em que o homem começou a apresentar outra personalidade, mudando a maneira como era tradada, passando à agredi-la fisicamente, causando-lhe lesões em seu braço e pescoço.

A vítima relatou também que o homem quebrou o aparelho celular de sua filha, após receber uma ligação. Para tomar o celular da filha, o agressor acabou enforcando a criança, causando diversos hematomas, além da criança estar passando por problemas psicológicos graves, devido a brutalidade das agressões sofridas. Como não possui comunicação com parentes em seu Estado, optou por procurar uma amiga, acionando posteriormente a PM.

O Delegado de Plantão do 1º DP de Paranaíba, Reges de Almeida, alerta a população para que os pais fiquem atentos as mudanças de comportamento dos filhos. “São um dos primeiros indicativos que a criança possui algum tipo de trauma. A proximidade excessiva com pessoas que não possuía, ferimentos ou vermelhidão nas partes íntimas, retração, além de mudanças de hábitos” disse. 

 


Alex Santos