Eleições 2020

Campanhas e debates prometem 'esquentar' cenário

Leia a coluna Observatório da edição do Jornal do Povo deste sábado

08/08/2020 06:00


ELEIÇÕES
Mesmo com a pandemia da Covid- 19, ao que tudo indica, o processo eleitoral vai ser movimentado em Três Lagoas. Pelo menos, a campanha eleitoral e os debates prometem esquentar o cenário político.

TUCANOS REBELDES
A aliança entre o prefeito Marquinhos Trad (PSD), candidato a reeleição em Campo Grande e o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) deve seguir navegando pela campanha eleitoral, apesar das especulações em contrário. Há apenas o risco de alguns furos, tendo em vista o excesso de vereadores tentando a reeleição num mesmo partido e aliança. 

USANDO O SILÊNCIO
O ex-governador André Puccinelli nunca usou tanto o silêncio quanto agora. Depois de desistir de disputar a prefeitura da Capital, lançou pelo MDB o estadual Marcio Fernandes, mas continuou em silêncio, rompido apenas com uma mensagem aqui outra ali pelos aplicativos. Mas retomou a ponte aérea Campo Grande-Brasília com a mesma intensidade de antes.

POLITIZARAM 
O prefeito de Campo Grande Marquinhos Trad aliou-se aos comerciantes para ficar contra um eventual lockdown. A Defensoria Pública, o Ministério Público e setores ligados à saúde querem medidas restritivas e dura já em função do risco de um colapso no atendimento aos casos mais graves, por falta de leto. No meio, abusando das redes sociais, estão os pré-candidatos que, cada um a seu modo, tentam tirar proveito.

CONGESTIONAMENTO
A eventual candidatura da ministra Tereza Cristina (DEM), da Agricultura, à presidência da Câmara, provoca um congestionamento de mulheres sul-mato-grossenses disputando altos cargos da República, pois a senadora Simone Tebet (MDB-MS) também é candidata à presidência do Senado. Como é muita areia para o caminhão de Mato Grosso do Sul, está claro que ou sai uma ou a outra. Mais um nó a ser desatado.


Redação