MAUS TRATOS

Cavalo doente é abandonado e morre no bairro de Lourdes

19/09/2020 15:38


Um cavalo morreu na tarde deste sábado (19), por volta das 15h após ser resgatado por moradores da rua Araxá 4, no bairro de Lourdes em Paranaíba, próximo a Estação de Tratamento de Esgoto. Ele havia sido abandonado pelo dono e agonizava, sem conseguir se levantar desde a manhã de hoje. O animal foi visto andando pelo local na sexta-feira (19). O caso foi denunciado no grupo Amigos dos Animais de Paranaíba, num aplicativo de mensagens.

Vizinhos da ETE chegaram a levar água e comida, e conforme as informações dos moradores do local, ele não conseguia se alimentar e tentava se levantar. No início da tarde os moradores conseguiram transporte para retirar o animal, que estava deitado no meio da rua, e pouco tempo depois do resgate o animal morreu.

Conforme os vizinhos do local, um homem em um Uno de cor branca esteve no local e disse que o cavalo era dele e que a doença não tinha cura, além disso, já tinha gastado cerca de R$ 500 com o tratamento. “Ele chegou falando que era dele e ia levar o cavalo pra matar, pois a doença dele não tinha cura”, relatou uma das envolvidas no resgate, que preferiu não se identificar.

A Vigilância Sanitária foi acionada e fará a destinação do corpo do animal, caso seja identificado o dono, ele responderá judicialmente. 

Atualmente, a legislação prevê detenção de três meses a um ano e multa para maus-tratos contra animais e, se a agressão resultar em morte, a punição é aumentada de um sexto a um terço. Com o projeto, quando se tratar de cão ou gato, a pena será de dois a cinco anos de reclusão, multa e proibição da guarda.

O projeto foi aprovado em 9 de setembro pelo Senado e depende apenas de sanção deo presidente Jair Bolsonaro para virar lei.


Talita Matsushita