Cenário

Oito bairros são os mais epidêmicos

Os agentes de endemias visitaram 2.795 imóveis e nesse total foi constado o foco do Aedes Aegypti

28/11/2020 15:00


O novo estudo (LIRAa de 2020), realizado pelo Setor de Endemias,  apontou oito bairros de Três Lagoas como os mais epidêmicos da doença. Os pontos com maior número de focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika são: Vila Nova, Jardim Imperial, Lapa, Jardim Nova Americana, Vila Haro, Interlagos, Vila Piloto, Vila Mariana. 

Os agentes de endemias visitaram 2.795 imóveis e nesse total foi constatada a presença de criadouros do Aedes aegypti em 100 deles. Há também registros em estabelecimentos comerciais, que ficam na área central de Três Lagoas.

Por isso, os agentes de endemias e de saúde continuam a realizar o trabalho de orientação e prevenção nos bairros. A cidade notificou 4.078 casos prováveis da doença entre os meses de janeiro e novembro, desse total  2.790 moradores foram confirmados com dengue.

O levantamento realizado no mês de janeiro apontou 12 bairros com mais casos.


Tatiane Simon