Cães e gatos

Abandono e negligência lideram casos de maus-tratos

45 animais vítimas desse crime foram adotados em Três Lagoas, em 2020

24/01/2021 07:00


Em Três Lagoas, ao menos 45 animais vítimas de maus-tratos foram adotados por instituições e por muitos moradores, em 2020. Em alguns casos, os animais foram abandonados na rua e, em outros, deixados em terrenos baldios, e machucados.

Denúncias foram feitas à Polícia Militar Ambiental (PMA), que vai até o local e registra a ocorrência. A negligência com os animais foi a principal situação encontrada pelas equipes, que é considerada crime e pode resultar em prisão e pagamento de multa. “Encontramos animais, como cães e gatos doentes, abandonados pelos donos, outros presos em correntes sob sol e chuva. Também animais que foram espancados pelos donos e que ficaram jogados na casa”, relatou o comandante da PMA, Gabriel Rocha.

OCORRÊNCIAS

Foram registradas 23 ocorrências de maus-tratos, em 2020. No entanto, quatro casos foram constatados como de maus-tratos de animais. Quatro moradores também foram presos pelo crime, em Três Lagoas. Eles pagaram multa no valor de R$ 5 mil e deixaram a prisão. Em um dos casos, um homem de 47 anos foi parar na delegacia após deixar três cães e cinco pássaros sem comida e sem água, em uma residência. A polícia recebeu denúncia anônima. 

PUNIÇÃO

No ano passado, o Senado aprovou um projeto de lei que estabelece pena de dois a cinco anos de prisão para quem praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar cão ou gato. 

ABRIGO

A Prefeitura de Três Lagoas pretende construir, em 2021, um abrigo para receber cães e gatos vítimas de maus-tratos. Uma equipe técnica formada por profissionais da área, como médicos veterinários, também deverão dar assistência aos animais. O local para a construção não foi definido.


Kelly Martins