BRASÍLIA

Senador propõe o fim dos gastos mínimos em educação para bancar o auxílio emergencial

Parlamentares já reagem contra a medida afirmando que o Senado não aprovará a medida

23/02/2021 07:00


 O senador Márcio Bittar (MDB-AC), relator da PEC Emergencial, que abre condições fiscais para a volta do auxílio emergencial, propõe o fim do  piso mínimo para investimento em saúde e educação, que deixa de existir em momentos de crise fiscal. As despesas destinadas ao Fundeb também deixam de ser obrigatórias para essa área. Ouça os detalhes: