TEM QUE CUMPRIR!

Academias que descumprirem medidas de biossegurança podem fechar novamente

As fiscalizações serão rigorosas para que os protocolos de segurança sejam cumpridos, segundo Comitê de Enfrentamento

21/04/2021 09:00


Mesmo diante da liberação do funcionamento das academias nesta semana, para atendimento presencial à população com a prática do exercício físico, se não houver cumprimento dos protocolos, pode resultar no fechamento imediato do local.

Segundo o Comitê de Enfrentamento à Covid-19, o uso de máscara deve ser exigido nos estabelecimentos de prática de exercício físico, além do distanciamento, álcool gel à disposição e número reduzido de alunos (obedecendo a metragem da estutura arquitetônica).

Havendo autuação de cinco estabelecimentos pelo descumprimento às normas, resultará novamente no fechamento de todos os centros de ginástica e exercício físico, segundo o Comitê de Enfrentamento.

Para as academias que já retornaram o atendimento, foi necessário apresentar um plano de biossegurança à Vigilância Sanitária. Na academia do educador Físico João Augusto, conhecido como Barata, a Vigilância Sanitária já liberou a academia para atendimento presencial e ele está ciente das medidas a serem cumpridas.

“Já temos um Alvará Emergencial para poder funcionar e estamos cientes de todas as regras que devemos cumprir. Aqui na academia vamos manter 24 pessoas. Poderíamos receber mais, porém queremos este limite por acreditar que é o suficiente para tentarmos manter as pessoas mais distantes, evitando tumulto na entrada e na saída, além de deixar as pessoas seguras para retomarem suas atividades”, explica o educador físico.

Além das medidas de biossegurança, o professor está preocupado com a qualidade dos alunos. “A recomendação é que os exercícios sejam moderados e não muito intensos, para que não haja risco de baixar muito a imunidade e as pessoas consigam treinar e se proteger do vírus, já que os estudos indicam a possibilidade de que, no caso de infecção do vírus, as pessoas praticantes de atividades físicas vençam com menos dificuldade”, declara.

Confira:


Daiana Oliveira