Economia

Prefeituras gastarão R$ 2,4 bilhões a mais com professores

A estimativa da CNM é que os prefeitos gastem R$ 2,4 bi a mais, no período de 2009 a 2010

16/01/2009 06:20


Prefeituras de todo o Brasil terão aumento de gastos em virtude do novo piso salarial dos professores, em vigor desde o dia 1º de janeiro deste ano.
A estimativa da Confederação Nacional de Municípios (CNM) é que os prefeitos gastem R$ 2,4 bi a mais, no período de 2009 a 2010, para cumprir a determinação da lei 11.738. A legislação foi aprovada no ano passado e estabelece, entre outras determinações, o piso de R$ 950 para profissionais do magistério público da Educação Básica.
Vale acrescentar que a correção dos salários dos professores começa neste ano e termina em 2010, quando o pagamento precisa ser feito de forma integral. Em 2009, prefeitos terão que reajustar vencimentos para cumprir dois terços do total previsto – R$ 634,00 por professor.
Com isso, em 2009, mesmo que o piso não seja pago em valor integral, o custo adicional para os municípios gira em torno de R$ 1,6 bi. Para chegar a esses valores, a CNM fez um levantamento da média salarial de 398 municípios com salários abaixo de R$ 950.


Redação