Economia

Inflação medida pelo IPC-S avança em quatro capitais

Houve aceleração da inflação em Belo Horizonte (de 0,80% para 0,94%), em Porto Alegre (de 0,10% para 0,28%), e em Salvador (de 0,94% para 1,25%)

19/01/2009 09:00


A inflação medida pelo Índice de Preços ao Consumidor Semanal (IPC-S) avançou em quatro das sete capitais pesquisadas pela Fundação Getulio Vargas (FGV), na segunda prévia do mês de janeiro. Na cidade de São Paulo, que tem o maior peso no cálculo do índice, os preços subiram 0,23%, segundo levantamento divulgado hoje (19) pela FGV, referente ao IPC-S de 15 de janeiro. No levantamento anterior, relativo a 7 de janeiro, a elevação havia sido de 0,22%.

De acordo com os dados, também houve aceleração da inflação em Belo Horizonte (de 0,80% para 0,94%), em Porto Alegre (de 0,10% para 0,28%), e em Salvador (de 0,94% para 1,25%).

Em movimento oposto, a Fundação verificou desaceleração nos preços em Brasília (de 0,79% para 0,75%), Recife (de 1,13% para 0,64%) e Rio de Janeiro (de 1,31% para 1,24%).

O índice global referente à segunda prévia de janeiro teve leve alta, passando de 0,68% para 0,69%, conforme havia divulgado na semana passada a FGV. Dos sete grupos pesquisados, dois apresentaram acréscimo em nas taxas de variação. As altas foram observadas em educação, leitura e recreação (de 0,84% para 1,83%) e transportes (de 0,82% para 0,89%).

Para calcular o IPC-S, a Fundação Getulio Vargas coleta preços de aproximadamente 450 produtos e serviços usados por famílias com renda mensal de um a 33 salários mínimos residentes em Belo Horizonte, Brasília, Porto Alegre, Recife, no Rio de Janeiro, em Salvador e São Paulo. 


Redação