Três Lagoas

Ciat para novamente

Mudança de prédio é o motivo da interrupção do atendimento

30/10/2012 09:42


O Centro de Integração e Atendimento ao Trabalhador (Ciat) de Três Lagoas parou, ontem, (29), mas voltará atender ao público na próxima segunda-feira. O motivo é a mudança de prédio, o qual será instalado na rua Monir Thomé, 86, centro.
De acordo com o coordenador do Ciat, Ivan Alkmim, a nova instalação proporcionará mais conforto e comodidade para os trabalhadores e as empresas. O novo prédio terá computadores novos - o que dará agilidade ao trabalho - sala de reunião, de entrevistas, auditório etc. O fato de ficar na região central também é um fator positivo por estar próximo à Caixa Econômica Federal, local onde os trabalhadores sacam o seguro-desemprego.
Alkim informou ainda, o funcionário demitido tem até 120 dias para dar entrada no seguro-desemprego e que, nesta semana, em que o órgão não estará prestando este serviço, o trabalhador não será prejudicar. A média mensal de pedido de seguro- desemprego é de 1.500. “Ao retornamos, o atendimento deste serviço será prioridade”.

Oportunidade
Segundo o coordenador, o Ciat oferece, por semana de 100 a 130 vagas de emprego em diversos setores, dentre eles: construção civil, indústria e prestação de serviço. Portanto, boa parte das vagas não é preenchida. Na área de serviços gerais, para os cargos que não exigem escolaridade e experiência, cerca de 70% dos cadastrados ao serem contatados pelo centro informam que estão trabalhando. “Hoje, temos mais oferta do que procura”, completou.
Já para as vagas que exigem qualificação, falta mão de obra. Existe carência de soldador, pedreiro, técnico em contabilidade, em segurança do trabalho, entre outras. “O trabalhador precisa fazer cursos, melhorar o currículo e, consequentemente, ficar apto para disputar as ofertas do mercado”, orientou.


Redação