Política

Juiz cassa candidatura de Rosângela e Heitor pode ser prefeito em Porto Murtinho

10/11/2012 09:48


O  juiz Caio Márcio de Britto julgou procedente uma das acusações feitas pelo MPE (Ministério Público Estadual) a Rosângela Baptista e cassou a candidatura da prefeita eleita em Porto Murtinho nesta sexta-feira (09).

Segundo informações contidas na página pessoal no Facebook do candidato segundo colocado, Heitor Miranda, repassadas por um de seus amigos, o juiz acatou a representação movida pelo Ministério Público Estadual em setembro.

O promotor Marcos Martins denunciou o prefeito Nelson Cintra (PSDB) por beneficiar as candidaturas de Rosângela (PMDB) e de seu vice, o tucano Alex Ver Meyer Pires, com a distribuição de materiais de construção a famílias carentes e o uso de emissora de rádio paraguaia para fazer campanha sem o devido respaldo legal.

De acordo com Heitor Miranda, a decisão do juiz é de que Rosângela e seu vice fiquem inelegíveis por oito anos. “Como ela não teve mais de 50% dos votos, sou automaticamente o novo prefeito de Porto Murtinho”, declarou.

A decisão foi comentada por um amigo de Heitor pelo Facebook
Animado, ele prometeu restabelecer a amizade entre a cidade e os moradores. “Confirmada a decisão no STF (Supremo Tribunal Federal), passo a ser o 13° prefeito eleito pelo PT”, comemorou
 
 


Redação