Brasil

Agraer participa de Seminário Nacional

Evento busca a construção de estratégias de implementação e operacionalização de novas medidas para o PNCF

14/12/2012 11:23


O V Seminário Nacional do Programa Nacional do Crédito Fundiário (PNCF) que acontece desde o dia 11 deste mês, em Pirenópolis (GO), tem a participação da Agência de Desenvolvimento Agrário e Extensão Rural (Agraer) através da coordenadora da Unidade Técnica Estadual (UTE) de Mato Grosso do Sul, Tânia Baltuilhe. O evento, que busca a construção de estratégias de implementação e operacionalização de novas medidas para o PNCF, acontece até o dia 14.

Com o tema “Sustentabilidade, Sucessão e Combate à Pobreza Rural”, o Seminário tratou nos dois últimos dias das novas medidas para renegociação de dívidas e a universalização da assistência técnica e extensão rural (Ater). Para hoje e amanhã estão previstas atividades em grupos regionalizados, que avaliarão as novas medidas do programa e apresentarão as estratégias para operacionalização nos estados.

O PNCF é uma importante política pública de acesso à terra, em que através de financiamento o agricultor, além de comprar o imóvel rural, tem recursos para a estruturação da infraestrutura para a produção e assistência técnica e extensão rural. O financiamento pode ser individual ou coletivo. MS tem atualmente cerca de 3600 agricultores familiares beneficiados pelo Programa Banco da Terra e Crédito Fundiário, mas para o governo do Estado, o PNCF é o prioritário para as famílias de trabalhadores rurais sem-terra ou com pouco acesso à terra.

De acordo com a coordenadora da UTE, Tânia Baltuilhe, no seminário estão acontecendo discussões muito interessantes, principalmente sobre as novas normas de renegociação dos benefícios. “Deste encontro sairão os novos normativos do Programa que serão implantados já em 2013”, contou Tânia.

Redação