Brasil

Morre Enrique Oltuski, um dos líderes da Revolução Cubana

Ele foi um dos principais personagens do movimento que depôs o governo do então presidente do país

17/12/2012 08:13


Enrique Oltuski, de 82 anos, um dos líderes da Revolução Cubana, morreu ontem (16) em Havana. Ele foi um dos principais personagens do Movimento 16 de Julho, que depôs o governo do então presidente do país, Fulgencio Batista, em 1959.

Amigo pessoal do  revolucionário argentino-cubano Ernesto Che Guevara, Oltuski apresentou a ele Aleida March com quem Che acabou se casando. O líder passou anos servindo ao governo de Cuba, primeiro como ministro das Comunicações e depois como vice-titular da pasta da Pesca.

A expressão Revolução Cubana refere-se à implantação em série de programas sociais e econômicos do novo governo, todos baseados nos princípios do comunismo. O movimento contou com o apoio da antiga União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS).

Após a revolução, Cuba passou a ser submetida ao embargo comercial, econômico e financeiro dos Estados Unidos, aplicado a partir de 1960. O embargo, também chamado de bloqueio, impõe uma série de restrições ao país e à população, que sofre com o desabastecimento de produtos básicos e as limitações de acesso a várias mercadorias.

*Com informações da BBC Brasil.

 


Redação