Polícia

Em um ano, aumentou em 433% apreensão de cocaína no interior de MS

Apreensões se concentram na região de Fronteira com a Bolívia e Paraguai

09/01/2013 10:49


No período de um ano, as apreensões de cocaína no interior de Mato Grosso do Sul aumentaram 433% conforme balanço da PM (Polícia Militar).

Conforme o balanço divulgado hoje pelo CPI (Comando de Policiamento de Interior), foram 843 kg do entorpecente barrados nas rodovias e cidades, enquanto no mesmo período de 2011 o total foi de 158 kg.

As apreensões se concentram na região de Fronteira com a Bolívia e Paraguai, de onde o entorpecente segue para Campo Grande e outros Estados e principalmente para o exterior.

“Esse é um entorpecente que vai principalmente para Europa e Estados Unidos”, detalha o comandante do Policiamento no Interior, Coronel Nelson Antônio da Silva.

A explicação para o aumento das apreensões da cocaína é a ativação do GGI (Gabinete de Gestão Integrada) no ano passado, que integra o trabalho de inteligência entre PM, PF (Polícia Federal), PRF (Polícia Rodoviária Federal) e Forças Armadas.

Segundo o Nelson, o destaque é para a apreensão de 647 kg em Corumbá no ano passado.
Foi registrado também o aumento expressivo nas apreensões de crack, que passaram de 6 kg em 2011 para 27 kg em 2011, assim como o haxixe que passou de 36 kg para 73 kg em 2012.

Redação