Economia

Inflação de janeiro é a maior em 10 anos

É a maior variação desde abril de 2005

08/02/2013 11:49


A inflação medida pelo IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo) ficou em 0,86% em janeiro. É a maior variação desde abril de 2005 (0,87%) e o maior índice para o mês de janeiro desde 2003 (2,25%), informou ontem o IBGE. A inflação oficial do país no mês passado ficou bem acima da vista em janeiro de 2012, de 0,56%, e um pouco além do que previam analistas ouvidos pela Bloomberg, 0,84%.

Em 12 meses, o índice oficial de preços acumula alta de 6,15%, voltando ao mesmo nível observado em janeiro do ano passado (6,22%) e mais perto do teto da meta de inflação estabelecida pelo governo. Em entrevista à jornalista Míriam Leitão, o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, afirmou que a situação da inflação “não é confortável“.

“A inflação nos preocupa no curto prazo, está mostrando uma resiliência forte, mas não é o caso de descontrole inflacionário. No entanto, a nossa expectativa é de que ela continue pressionada neste primeiro semestre, ficando em 6% em 12 meses”, afirmou Tombini.

O IPCA só não veio maior por conta da deflação observada em alguns grupos como vestuário, em razão de liquidações de coleções, e do impacto da queda das tarifas elétricas. As contas de energia elétrica ficaram 3,91% mais baratas, por causa da redução de 18% no valor das tarifas em vigor a partir de 24 de janeiro.

Os alimentos aceleraram com força, passando de 1,03%, em dezembro, para 1,99%, em janeiro. Sozinhos, tiveram um impacto de 0,48 ponto percentual no índice. Sob efeito de chuvas, os produtos in natura tiveram forte variação de preços: tomate (26,15%), batata-inglesa (20,58%) e cebola (14,25%).


Redação