Rota turística de MS, pavimentação da rodovia Bonito-Bodoquena será entregue amanhã

A pavimentação contempla o trecho que se inicia na cidade de Bonito seguindo até o entroncamento com a rodovia MS-339

21/02/2013 09:58


Executada pelo governo do Estado, com montante principal de recursos do Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur), do Ministério do Turismo e contrapartida estadual, a pavimentação da rodovia Bonito-Bodoquena será entregue amanhã (22) pelo governador André Puccinelli. A inauguração da obra deverá contar com a presença do ministro do Turismo, Gastão Vieira.

A pavimentação contempla o trecho que se inicia na cidade de Bonito seguindo até o entroncamento com a rodovia MS-339, acesso ao município de Bodoquena. São 69,5 quilômetros de asfalto na MS-178 numa obra que contou com recursos da ordem de R$ 75 milhões, sendo que cerca de R$ 17 milhões são de contrapartida do governo do Estado.

Para a execução da obra, os trechos foram divididos em quatro lotes sendo que os três primeiros - num total de 60,5 quilômetros e investimentos de R$ 66,5 milhões - foram financiados com recursos do Estado e Ministério do Turismo. Deste total, R$ 58 milhões são de recursos do governo federal e R$ 8,4 milhões de contrapartida estadual. Já o quarto lote, com nove quilômetros e custo de R$ 8,4 milhões, foi executado com recursos exclusivos do Estado.

A obra de pavimentação da MS-178, ligação Bonito-Bodoquena, também contemplou a construção de pelo menos 130 metros de pontes de concreto em substituição as antigas pontes de madeira sobre os córregos Mimoso, Olaria, Pitangueira, Taquarussú e Betione.

Mais turismo

Um incremento ao turismo que a região tanto esperava como diz o secretário de Estado de Obras Públicas e de Transportes, Wilson Cabral. “O objetivo da obra é justamente incentivar o turismo porque existem muitas pousadas que ligam a região do Pantanal à cidade de Bonito”, comentou Cabral. O secretário explica ainda que mais duas importantes obras serão licitadas pelo governo do Estado para completar o ciclo de fomento ao turismo naquela região.

De acordo com Wilson Cabral, o Estado vai licitar a obra de recapeamento da rodovia MS-339 no trecho que inicia na interseção com a rodovia BR-262/MS, no município de Miranda, e término na interseção com a rodovia MS-178 no município de Bodoquena, num total de 58,26 quilômetros.

O recapeamento também vai contemplar outros 1,58 quilômetros do acesso a Bodoquena pela interseção com a MS-178. No total, a restauração da pavimentação asfáltica será de 59,84 quilômetros. Os investimentos serão de R$ 23,5 milhões provenientes do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES). O prazo para a conclusão da obra é de 270 dias.

Outra obra importante que o governo estadual vai licitar é a pavimentação asfáltica da Estrada do Curê, prolongamento da MS-178 entre Bonito e Jardim. O asfalto vai chegar em dois segmentos da MS-178 numa extensão de 17 quilômetros. O primeiro trecho começa no Aeroporto de Bonito e termina no km 17 e o segundo trecho na transposição do Rio da Prata.  O custo estimado é de R$ 19,3 milhões de recursos do Ministério do Turismo, sendo que 10% será de contrapartida do governo estadual. A previsão para a conclusão da obra é de 18 meses.

“Com estas obras vamos fechar a ligação da cidade de Bonito até o pantanal e fortalecer ainda mais o turismo em toda a região”, concluiu o secretário de obras.


 


Redação