Região

Presidente da Câmara cobra apoio a estudantes da Assepar

Os estudantes paranaibenses, que viajam diariamente para cursar ensino superior em outras cidades no estado de São Paulo, reivindicam uma ajuda de custo

28/03/2013 11:30


O presidente da Câmara Municipal de Paranaíba, Paulo Borges Beviláqua da Silva (Bodinho – PPS) voltou a defender apoio aos estudantes da Associação de Estudantes de Paranaíba (Assepar) em relação ao transporte dos universitários. Os estudantes paranaibenses, que viajam diariamente para cursar ensino superior em cidades como Santa Fé do Sul, Jales e Fernandópolis, no estado de São Paulo, reivindicam uma ajuda de custo à Prefeitura de Paranaíba e também à Câmara Municipal.

Porém, segundo Bodinho, essa responsabilidade deve ser do município, que, segundo ele, tem condições de apoiar essa causa, como já foi feito anteriormente. “Recebo mais de 100 reivindicações por dia. A cobrança em cima de nós é muito grande. Dia e noite há alunos nos procurando. Acredito que às vezes estão tirando a responsabilidade de algumas pessoas. Sou a favor da educação. Tentei resolver da melhor forma e não consegui, fiz uma proposta para tentar resolver, mas não foi aceita”, disse o vereador.

Ele acredita que a causa da educação deve ser abraçada pelo executivo. O vereador ressaltou o caso de mães que o procuraram aos prantos, pois não têm condições de custear o valor total das viagens e que sonham em ver seus filhos formados. “Hoje, quatro mães me procuraram, choraram e eu não aguentei. Isso é muito importante para esses alunos. É o sonho da mãe e do pai ver seu filho formado. O mínimo que nós podemos fazer é arrumar o transporte para eles. Muitos prefeitos prometeram, passaram anos e anos e muitas oportunidades desses filhos foram perdidas”, disse.

Para Bodinho, a urgência é grande, pois o vereador acredita que, sem estudo, muitas pessoas acabam por se entregar ao mundo das drogas devido à falta de instrução e também à ausência de oportunidade de trabalho.

Redação