Saúde

Três Lagoas registra aumento de 50% nos casos de dengue em uma semana

Município se prepara para uma nova epidemia em 2016 e está em alerta para o zika vírus

01/01/2016 06:10


Com alto risco de uma nova epidemia em 2016, Três Lagoas registrou aumento de 50% nos casos notificados da doença somente em uma semana. De acordo com dados do último boletim epidemiológico, divulgado pela Secretaria Estadual de Saúde, em uma semana, o município registrou 33 novos casos notificados da doença. O número de notificações corresponde a 4,7 novos casos por dia na cidade. Na semana anterior, de 6 a 12 de dezembro, o índice era de 22 novos casos a cada sete dias.

Agora já são 2.182 casos notificados da doença no município, registrados de janeiro até o dia 18 de dezembro, o equivalente a pouco mais de 181 novos casos por mês. A cidade estpa na 23ª posição com maior incidência de dengue, 1.990,3 casos para cada grupo de 100 mil habitantes.

O risco de uma nova epidemia no Estado tem colocado em alerta todas as autoridades ligadas à saúde. Nesta semana, o secretário de Saúde de Mato Grosso do Sul anunciou a possibilidade de uma “calamidade”.

Em Três Lagoas, a Secretaria Municipal de Saúde também já deu início a um plano de contenção do mosquito da dengue, o Aedes aegypti, também transmissor da chicungunha e do zika vírus, relacionado aos casos de microcefalia no país. O Setor de Endemias, por exemplo, não suspendeu as atividades durante o recesso de fim de ano. Para a primeira quinzena de janeiro, o trabalho de vistoria e combate ao mosquito também contará com o reforço de 172 agentes comunitários de saúde, que atuarão ao lado dos agentes de endemias.

Também é aguardada, para o início deste ano, uma parceria com a 2ª Companhia de Infantaria do Exército (2ª Cia) para auxiliar nas ações de combate à dengue. Os detalhes da operação serão definidos assim que for encerrado o recesso. Porém, a corporação militar já confirmou ao JPNews que está disposta a colaborar e que aguarda um posicionamento da prefeitura sobre quantos soldados serão empenhados na ação.

ESTADO

Ainda segundo dados do boletim epidemiológico, Mato Grosso do Sul encerra o ano de 2015 com a terceira maior epidemia de dengue dos últimos cinco anos. Somente neste ano foram 40,5 mil casos notificados da doença, sendo 1,4 mil deles somente na última semana. A maior epidemia de dengue foi registrada em 2013, com 102 mil casos.


Renata Prandini