Acordo

Reunião discutirá contrato com Hospital Auxiliadora

Negociação busca acordo para manutenção de serviços a pacientes

30/04/2016 09:43


Na próxima segunda-feira  (2) será realizada uma reunião para discutir a situação financeira do Hospital Auxiliadora de Três Lagoas. A reunião contará com a direção do hospital, representantes da prefeitura, do governo do Estado e do deputado estadual Ângelo Guerreiro.

O objetivo é definir de que maneira o hospital continuará prestando os atendimentos aos usuários do Sistema Único de Saúde (SUS). De acordo com o diretor administrativo do Auxiliadora, Eduardo Otoni, o Termo de Contratualização, entre o hospital e o município encerrou nesta quinta-feira (28).No entanto, a unidade continua prestando atendimentos, por meio de aditivo, até a renovação do contrato, que deve ocorrer nos próximos dias. 

Segundo Otoni, o Estado se comprometeu em ajudar o hospital por meio de cirurgias eletivas. Atualmente, esses procedimentos são arcados pelo município. Em razão do déficit financeiro que o hospital vem tendo devido ao aumento no número de atendimentos, as cirurgias eletivas foram reduzidas de 160 para 60. “O governo do Estado se comprometeu em assumir essas cirurgias.

Não haverá um aumento no repasse por parte do Estado. O governo assumiria alguns serviços, entre eles, exames que passariam a ser feitos na central de laudas em Campo Grande. Cirurgias de alta complexidade na área de ortopedia que são pagas pelo município, passariam a ser custeadas pelo Estado, assim o dinheiro que a prefeitura gasta com esses procedimentos seriam repassados ao hospital para custear as despesas e diminuir o déficit, que está na casa dos R$ 400 mil por mês” adiantou. 


Ana Cristina Santos