Rádios On-line

André propõe aos prefeitos união apartidária e trabalho conjunto para buscar recursos

O governador explicou como os parlamentares podem auxiliar na captação de recursos

18 JAN 2013 - 13h:30Por Redação

O governador André Puccinelli destacou na abertura da reunião com os prefeitos e prefeitas de Mato Grosso do Sul a importância do papel da bancada federal, dos deputados estaduais e do secretariado neste início de mandato dos novos gestores. No encontro, na Capital, o governador explicou como os parlamentares podem auxiliar na captação de recursos e como o secretariado está à disposição para ajudar em questões administrativas em cada área de atuação. O governador fez aos prefeitos um chamado para um trabalho apartidário e para união em defesa do Estado e de seus 79 municípios.

 
Participam da reunião todos os secretários e dirigentes de empresas e autarquias vinculadas, alguns parlamentares federais e estaduais. A convite de Puccinelli, representantes do Ministério Público Estadual também estão na reunião para prestar orientação aos prefeitos, auxiliando em ações que evitem conflitos futuros por erros involuntários ou desconhecimento nas administrações
 
“Queremos dar conhecimento de como funciona o governo, para que vocês possam, junto conosco trabalhar para atendermos a todos os sul-mato-grossenses, de cada município”, afirmou Puccinelli.
 
Apartidarismo
 
Lembrando iniciativa que teve ao se eleger para o primeiro mandato, André Puccinelli destacou que é importante os gestores estarem em contato direto com a bancada federal para discutir as emendas que podem garantir a vinda de recursos da União. “Propomos a união em torno dos interesses do Estado, e eles sempre têm defendido proficientemente o Mato Grosso do Sul. Isso é importante tanto para o Governo quanto para as Prefeituras, especialmente nesse período de crise econômica que está ocorrendo”.
 
Sobre o trabalho com a Assembleia Legislativa, André informou  que mantém a cota de R$ 800 mil disponibilizados como emendas parlamentares que os deputados podem destinar para saúde, educação e assistência social dentro do Orçamento. “Temos liberado integralmente, sem distinção de partidos,  quando as entidades estão com a documentação regular”, destacou. “Vocês têm a oportunidade de se valer da bancada, dentro do que é ordinário e também o que conseguirem extraordinariamente. Se valham também das emendas que os federais possam fazer. A nossa bancada em Brasília tem sido muito competente, e conseguido liberar 20% das emendas propostas, quando na média o governo federal libera 10%”.
 
 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: