Rádios On-line

Em MS, pedágio nas rodovias custará até R$ 7,90, conforme estudos

Todo o trecho da BR-163 em Mato Grosso do Sul, de Sonora a Mundo Novo, será concedido à iniciativa.

23 JAN 2013 - 11h:17Por Redação
Com previsão de passarem a ser administradas por empresas privadas, ainda neste ano, as rodovias BR-163, BR-262 e BR-267 terão 16 pontos de cobrança de pedágio, em Mato Grosso do Sul, e as tarifas vão custar de R$ 4,90 a R$ 7,90.

Os pontos onde as taxas mais vão “doer” no bolso dos motoristas ficam na BR-163, em Campo Grande e em Rio Verde. Os dados estão no estudo de viabilidade da concessão, que será apresentado hoje, em audiência pública, pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

O governo federal pretende entregar à iniciativa privada 1.423 quilômetros de rodovias no Estado. A BR-163, no Mato Grosso do Sul, deve ser “privatizada” por inteiro, entre Mundo Novo, na divisa com o Paraná, e Sonora, divisa com o Mato Grosso.

A BR-262 e a BR-267 serão administradas por empresas não estatais entre o entroncamento com a BR-163 e a divisa com o estado de São Paulo. Os trechos que passarão a ser privados abrangem 29 municípios do Estado.  
 

A audiência pública em Campo Grande será hoje, a partir das 13h30min, no auditório do Hotel Jandaia. Mas, até o dia 25 de janeiro, interessados podem enviar sugestões à ANTT, pelo site da agência, www.antt.gov.br. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13