Rádios On-line

Falta de chuva preocupa produtores de MS

Em alguns locais, produtores registram perdas com a soja

7 JAN 2013 - 07h:30Por Reprodução/Internet

A falta de chuva em dezembro de 2012 deixou produtores da região sul, de Mato Grosso do Sul, preocupados. Algumas lavouras não conseguiram se desenvolver como o esperado e as perdas com a soja super precoce já começam a aparecer.

O agricultor Ademir Toniato, por exemplo, está sem esperanças de recuperar as plantas. Ele tomou a decisão de acionar o seguro do banco para diminuir os prejuízos. “O seguro vai cobrir em torno de 70 por cento do custo, do investimento que nós fizemos na lavoura”, explica.

A soja plantada no dia 1º de outubro será colhida a partir do dia 25 de janeiro. Muitos produtores antecipam o plantio da soja como uma estratégia pensando na safrinha do milho. A espécie super precoce é a mais utilizada. A chuva é muito importante numa quantidade maior e num tempo menor porque entre 110 e 120 dias é feita a semeadura e também a colheita.

A meta, no início da safra, era colher até 60 sacas por hectare. Com os veranicos, a previsão caiu para 45. “Algumas tiveram perdas irreversíveis, mas há outras que têm possibilidades totais que haja uma recuperação ainda. Teria que chover pelo menos 20 milímetros”, afirma o engenheiro agrônomo Antônio Eduardo da Silva.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13