Rádios On-line

Gaeco conta com ajuda do Exército para identificar quadrilha

Dinamites são vendidas à luz do dia para bandidos que atacam caixas eletrônicos.

18 FEV 2013 - 12h:11Por Redação

Reportagem especial exibida pelo Fantástico no último domingo (17) revelou como é fácil comprar explosivos na fronteira do Brasil com o Paraguai. Dinamites são vendidas à luz do dia para bandidos que atacam caixas eletrônicos. Em Mato Grosso do Sul, o Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) tem atuado para prender quadrilhas especializadas nesse tipo de crime. Sobre o assunto, o Bom Dia MS entrevistou nesta segunda-feira (18) o promotor de Justiça e integrante do Gaeco, Marcos Alex Vera de Oliveira.

Sobre o trabalho para identificar os grupos criminosos, Oliveira explicou que o Gaeco tem buscado trocar informações com o serviço de inteligência do Exército brasileiro. "Temos alguns indivíduos parcialmente identificados, e estamos trabalhando para prendê-los", disse o promotor.

O promotor de Justiça disse que as investigações do Gaeco apontam que criminosos de outros estados do país procuram as cidades fronteiriças paraguaias de Pedro Juan Caballero e Ciudad del Este para adquirir explosivos. Muitas vezes, os bandidos que coordenam essas ações estão detidos no sistema carcerário, e contam com o auxílio de comparsas para comprar esses materiais.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13
  • Programas: