Rádios On-line

Governador recebe de Temer confirmação de envio de projetos de MS ao Ministério da Fazenda para fina

4 JUN 2013 - 10h:55Por Redação

Os projetos de infraestrutura e desenvolvimento social que serão executados pelo Governo do Estado com investimento de aproximadamente R$ 1,2 bilhão do BNDES – Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social avançaram mais uma importante etapa. A notícia foi dada ao governador André Puccinelli esta tarde (3) pelo vice-presidente da República, Michel Temer.

Em Sonora, onde participou das festividades do aniversário do Município, André recebeu um telefonema do vice-presidente e anunciou, em discurso, que os recursos estão prestes a serem liberados. “O Michel Temer nos ligou dizendo que os dois projetos que Mato Grosso do Sul apresentou ao BNDES em maio do ano passado estão ‘na fase dos finalmente’. Vejam como é um processo longo, demorado. Teve todo um trâmite de apresentação, de projeto executivo, de análise dos nossos números – que, aliás, são números corretos e os projetos, competentes. Tenho a grata satisfação de anunciar, em primeira mão, que o Temer nos disse agora que já foram enviados ao Ministério da Fazenda para o BNDES financiar. Vamos ter o MS Forte 2”, disse André.
 
O governador confirmou os principais projetos incluídos nos pacotes de obra dos programas BNDES Estados e Proinveste.

“São dez Arranjos Produtivos Locais, para incentivar setores como o da cerâmica, o carvoeiro, os piscicultores, os apicultores. Além disso, terá a construção de um hospital público em Três Lagoas, que é uma cidade grande e que é inconcebível que ainda não tenha. Faremos ainda a unidade da Uems em Campo Grande, para termos faculdade de Medicina, para formar médicos, que faltam em todo o nosso Estado, e ampliaremos a sede da Uems em Dourados, para abrigar mais laboratórios. E faremos estradas ‘a torto e a direito’”.
 
Puccinelli reafirmou o compromisso municipalista de sua administração e disse que é meta levar os investimentos a todos os municípios. “Assim como fizemos com a aquisição dos ônibus escolares, cujos recursos utilizamos para este benefício e repassamos todos aos municípios, queremos atender a todos”, afirmou. “Porque municipalização é isso, tem que dividir”.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13