Rádios On-line

Governo do Estado lança livro sobre artistas plásticos de MS

Vozes das Artes Plásticas é o quarto livro da série publicada pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul

6 MAI 2013 - 07h:30Por Allison Ishy e Daniel Reino

As artes plásticas de Mato Grosso do Sul são o tema do próximo volume da série de livros “Vozes”, que retrata personalidades das diversas categorias da arte sul-mato-grossense. O governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul (FCMS), lança no próximo dia 8 de maio (quarta-feira) o livro Vozes das Artes Plásticas. O evento acontece no auditório da Governadoria, localizada no Parque dos Poderes, na capital, às 9h30.

Vozes das Artes Plásticas é o quarto livro da série publicada pela Fundação de Cultura de Mato Grosso do Sul, que anteriormente contemplou a dança, o teatro e o artesanato. A obra contou com uma extensa rede de colaboradores tanto de Mato Grosso do Sul quanto de outros estados, incluindo jornalistas, fotógrafos, acadêmicos, pesquisadores, artistas visuais, designers, entre outros. A tiragem inicial é de dois mil exemplares, que serão distribuídos em bibliotecas públicas, bibliotecas escolares, entidades culturais, salas de leitura, setores governamentais do país ligados à cultura e embaixadas brasileiras no exterior.

Organizada pelo jornalista Fabio Pellegrini e pelo fotógrafo Daniel Reino, com design gráfico assinado pela artista visual por Desirée Melo, a obra, registrada na Biblioteca Nacional, tem mais de 300 páginas com acabamento em capa dura e traz em seu conteúdo oito homenagens póstumas e 38 artistas contemporâneos que retratam a diversidade artística de nosso Estado. “Com uma variedade imensa de co-autores, nos textos variam materiais mais informativos e lineares, outros mais criativos, configurando diferentes abordagens”, explica Pellegrini.

Convidada para redigir o introito da obra, a crítica de arte Maria Adélia Menegazzo relata que “O livro pretende dar uma visão da diversidade dessas vozes (artistas), em momentos diferentes, mas não tem um caráter enciclopédico. Também não tem a função de escrever uma história, apontar tendências ou projetar um futuro para nossas artes, embora nada o impeça de fazê-lo. O que se propõe, claramente, é dar voz ao manifesto”.

Para o presidente da FCMS, Américo Calheiros, “O livro Vozes das Artes Plásticas permite ao leitor conhecer artistas de referência que ajudaram a moldar nossa cultura. A publicação é fundamental para a divulgação de nossa arte e para o fortalecimento das manifestações culturais sul-mato-grossenses, buscando oferecer leituras críticas e sensíveis da produção artística, em diferentes momentos históricos, dos primórdios até o presente, sempre a partir de um cruzamento de dados de vida e obras”.

Américo sublinha que “Com uma programação visual elaborada para atrair o olhar e motivar a leitura, o trabalho gráfico da coleção não pretende, em primeiro lugar, documentar as diferentes fases de cada artista, mas oferecer o estímulo que convida para imersões mais profundas. Os perfis agora contemplam pintores, escultores e gravadores essenciais em sua tradição – e, vale lembrar, que outros tantos poderiam ser acrescentados, já que um único livro nunca poderia abarcar todo o conjunto de artistas de expressão nessa área, felizmente abundante”.

Serviço
Evento: Lançamento do livro Vozes das Artes Plásticas
Data e horário: 8 de maio de 2013 (quarta-feira), 9h30
Local: Governadoria de MS

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13