Rádios On-line

Maioria dos eleitores irregulares de MS pode ter título cancelado

Para regularizar o título, é preciso comparecer ao cartório eleitoral mais próximo

19 ABR 2013 - 09h:22Por Redação

Dados do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) apontam que cerca de 26 mil eleitores de todo o Mato Grosso do Sul podem ter o título de eleitor cancelado devido ao não comparecimento às urnas nos três últimos pleitos.  Segundo o Tribunal Regional Eleitoral, faltando uma semana do fim do prazo de regularização eleitoral, do total de 27.992 eleitores faltosos, apenas 1.365 procuraram a Justiça Eleitoral para colocar o cadastro eleitoral em dia. Apenas em Campo Grande, são 9.939 eleitores que não regularizaram sua situação.

O TRE informa que, caso o eleitor tenha o título cancelado, há a impossibilidade de realizar alguns procedimentos, como a matrícula em universidade pública, a retirada de passaporte, regularizar inscrição no CPF, tomar posse em concursos para órgãos públicos, entre outras restrições. 

Para regularizar o título, é preciso comparecer ao cartório eleitoral mais próximo e, na capital, o eleitor pode procurar a Central de Atendimento ao Eleitor, no Parque dos Poderes, ou ainda os Postos de Atendimento (“Práticos”) situados nas proximidades dos terminais General Osório, Guaicurus e Aero Rancho, tendo em mãos um documento oficial com foto e o título de eleitor.

É importante lembrar que o prazo de 25 de abril aplica-se somente aos eleitores que não votaram e nem se justificaram, consecutivamente, nas três últimas eleições. É preciso lembrar que cada turno corresponde a uma eleição.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13