Rádios On-line
CRISE PALMEIRAS

Marcelo Oliveira ignora 'pressão' após quarto jogo sem vitória em 2016

Time amarga série de quatro jogos sem vitória

17 FEV 2016 - 12h:38Por Ariane Pontes

Depois do empate com o River Plate do Uruguai, em 2 a 2, o Palmeiras soma quatro jogos sem vitória, e uma pressão logo no inicio de temporada. O tropeço, no entanto, é encarado com naturalidade por Marcelo Oliveira, que ignora qualquer reclamação de torcedores, conselheiros e diretores.

"Pressão vai existir sempre, um pouco menos quando está ganhando. No Cruzeiro, a pressão era para ganhar de goleada no Mineirão. Temos que trabalhar mais, assim a gente vai tentar sair disso. Resultados são importantíssimos, é claro", discursou o treinador palmeirense, que promoveu uma alteração tática para esta terça-feira.

Marcelo Oliveira tirou Robinho e Gabriel Jesus, costumeiramente titulares, para colocar Thiago Santos e Erik. Com três volantes no meio-campo (Jean e Arouca também jogaram desde o primeiro minuto), o Palmeiras apresentou uma postura defensiva mais segura contra os uruguaios, e o treinador aprovou.

"O time ficou um pouco preso no primeiro tempo. Defensivamente foi melhor sim; o Jean se projetou mais. A ideia era prender o Thiago e o Arouca chegar na frente, utilizar Erik e Dudu jogadores mais rápidos. Segundo tempo melhor, mais em cima, abrimos mais o time depois. Chegamos mais, mas de forma desordenada", analisou o treinador.

 

Deixe seu Comentário