Rádios On-line
TERAPIA

Ministério da Saúde inclui yoga e outras terapias entre práticas oferecidas pelo SUS

Ao todo, serão 14 novas terapias alternativas oferecidas pelo Sistema Único de Saúde, dentre elas, meditação e quiropraxia

28 MAR 2017 - 12h:53Por Jonas Turolla

O Ministério da Saúde incluiu 14 novas terapias alternativas na Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC), segundo portaria publicada, nesta terça-feira (28), no Diário Oficial da União.

Dentre as terapias que serão oferecidas agora pelo SUS (Sistema Único de Saúde), estão arteterapia, ayurveda, biodança, dança circular, meditação, musicoterapia, naturopatia, osteopatia, quiropraxia, reflexoterapia, reiki, shantala, terapia comunitária integrativa e yoga.

A responsabilidade pelos serviços oferecidos é dos municípios. Eles, no entanto, podem optar apenas pelas práticas em que há demanda. Ou seja, não serão todas as cidades que oferecerão a totalidade das terapias.

A Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares, do Ministério da Saúde, foi criada em 2006 e instituiu no SUS abordagens da medicina alternativa, como fitoterapia, acupuntura e homeopatia. Ainda de acordo com a portaria (nº 849), "os 10 anos da Política trouxeram avanços significativos para a qualificação do acesso e da resolutividade na Rede de Atenção à Saúde, com mais de 5.000 estabelecimentos que ofertam PICs (Práticas Integrativas e Complementares)".

Deixe seu Comentário