Rádios On-line
8502
Prefeitura PROREME 10 a 3011
PILATES

Muito além da estética

O carro-chefe na recuperação de pacientes e no equilíbrio muscular e mental

20 ABR 2017 - 10h:25Por Beatriz Rodas

Partindo do princípio que a importância da boa forma física é cada vez mais clara para obter uma vida mais feliz e saudável, muitos métodos e atividades vêm surgindo para que as pessoas alcancem esses objetivos, dentre eles: o Pilates.


O método foi idealizado e nomeado pelo alemão Joseph Hubertus Pilates, durante a Primeira Guerra Mundial. Ele possuía grande fraqueza muscular devido às diversas enfermidades que tinha, o que o incentivou a estudar e buscar força muscular em exercícios diferentes dos conhecidos em sua época. Quando Joseph se mudou para os Estados Unidos, os exercícios passaram a ser usados por bailarinos, mas a técnica era de uso exclusivo de seu criador. Foi somente nos anos 80 que teve reconhecimento internacional da técnica de Pilates, e na década de 90 ganhou popularidade no campo da reabilitação. Toda essa essência, encantou a fisioterapeuta Patrícia Vieira, que se especializou nesta área e há dois anos vive, ensina e incentiva a prática


Segundo ela, “o método de Pilates fortalece os músculos e evita lesões, como as de joelho e coluna. Por ser um exercício que não causa impacto, promove a flexibilidade, força, resistência dos músculos e tendões, correção da postura e melhora a capacidade respiratória. Auxilia no conforto durante a gestação, no pós-parto e alivia as dores lombares em gestantes”. Ainda acrescenta que “com o aumento da flexibilidade é possível realizar os exercícios e as atividades da vida diária com mais facilidade e força, por isso o Pilates é muito indicado às pessoas que não têm condicionamento físico antes da prática de exercícios que exijam maior resistência. Além de tudo, alivia o estresse e ajuda no combate à depressão, pois são exercícios de baixa tensão e, por trabalharem a musculatura e flexibilidade do corpo, ajudam, inclusive, em problemas psicológicos


A fisioterapeuta ainda esclarece que o Pilates não possui o mesmo efeito da musculação. Mesmo que ambos trabalhem a musculatura, possuem formas e finalidades diferentes. “O Pilates fortalece e tonifica a musculatura, porém, não aumenta significativamente ou hipertrofia como a musculação, que tem foco específico para cada parte do corpo. O Pilates, por sua vez, tem como objetivo trabalhar o corpo inteiro em cada exercício”, ressalta.


Sobre a famosa pergunta entre as mulheres: “o Pilates emagrece?”, Patrícia acrescenta que “o Pilates não necessariamente emagrece. Apesar de alguns exercícios exigirem grande esforço físico, o que acelera o metabolismo, não é esse o principal objetivo da técnica de Pilates, porque não é uma atividade cardiovascular. O foco é tonificar a musculatura e, por consequência, esculpir o corpo. A prática de atividades aeróbicas e uma alimentação balanceada – multidisciplinaridade – torna-se um conjunto perfeito para um corpo mais bonito.”


A fisioterapeuta contou que nunca presenciou casos de pessoas com contraindicação médica sobre o Pilates. Pelo contrário, a maioria de seus pacientes tem indicação médica, principalmente por erros de postura e patologias da coluna. “Sou formada em fisioterapia e me encantei pelo Pilates desde que conheci essa técnica. Poder relaxar todo o corpo e ‘desestressar’. Praticar atividades físicas e cuidar da saúde é realmente maravilhoso. Isso me encanta!”. 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6864