Rádios On-line

Parlamento Jovem cresceu e representou MS na Colômbia

Estudantes de escolas públicas e particulares foram eleitos nas escolas por meio de urnas eletrônicas

22 JAN 2013 - 17h:25Por Redação

A 3ª edição do Parlamento Jovem estreou em 2012 sob um novo formato: com mais deputados estudantes (passaram de 18 para 24) e menor duração (um ano, ao invés de dois). Essa nova formatação deu certo, na avaliação da Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet. 

“Foi um sucesso”, resume a diretora da Escola do Legislativa, professora Clarice Maciel. “Pelo fato de ter reduzido o tempo, eles têm aproveitado com mais intensidade”, explica.

No entendimento dela, o Parlamento Jovem está sendo importante para o amadurecimento dos estudantes e a iniciação política deles. “Está sendo comovente. Tem sido uma aula de cidadania. Não é uma brincadeira. É uma experiência real de como um deputado trabalha”, destaca. 

Clarice conta que os pais já perceberam a mudança de comportamento dos deputados estudantes. “Eles dizem que os filhos se transformam, têm uma compreensão melhor de como lidar com os problemas, ficam mais maduros”. 

Os estudantes de escolas públicas e particulares foram eleitos nas escolas por meio de urnas eletrônicas, cedidas pelo TRE/MS (Tribunal Regional Eleitoral). O projeto é feito em parceria com a Secretaria de Estado de Educação. 

Qualificação, desfile e Mercosul– No início do ano, os integrantes do Parlamento Jovem tiveram palestras com vários deputados, diretores e técnicos para entender como funciona a Assembleia Legislativa.

Depois, no aniversário de Campo Grande (26 de agosto), os estudantes participaram do desfile em comemoração aos 113 anos de Campo Grande, que aconteceu na rua 14 de Julho. 

O Parlamento Jovem da Assembleia Legislativa também marcou presença em Medellín, na Colômbia. A deputada estudante Letícia Catellan Dilva, da Escola Estadual Amélio de Carvalho Baís, participou do Parlamento Juvenil do Mercosul, entre os dias 26 de agosto e 4 de setembro. “Foram dias de muito aprendizado, onde participei de reuniões e grupos de trabalho. Aproveitei a ocasião para divulgar o Parlamento Jovem de Mato Grosso do Sul e também me integrar com representantes de vários estados brasileiros e de outros países. O foco do encontro foi a educação de uma maneira geral. Trocamos experiências sobre como é o funcionamento das escolas aqui no Brasil e em outros lugares e recebemos a atenção devida”, ressaltou Letícia. 

Criado por iniciativa do deputado Antônio Carlos Arroyo (PR) e coordenado pela Escola do Legislativo Senador Ramez Tebet, o Parlamento Jovem segue as mesmas coordenadas das sessões ordinárias dos deputados estaduais. 

Os deputados estudantes aprendem a elaborar projetos de lei e os ritos da Assembleia Legislativa. As matérias apresentadas pelos estudantes podem ser apadrinhadas pelos parlamentares estaduais.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13