Rádios On-line

Petista é expulso por não fazer oposição ao PSB

Canário se defende e afirma que foi vítima de "execução sumária" após uma perseguição política.

21 FEV 2013 - 12h:58Por Redação

Um integrante do PT de Campinas (SP) foi expulso do partido por contrariar a decisão da legenda de ser oposição ao atual prefeito da cidade, Jonas Donizette (PSB). Em dezembro, a Executiva Municipal do partido anunciou que não faria parte do governo do novo prefeito por causa do vice, Henrique Magalhães Teixeira, que é do PSDB. Porém, alguns dias depois, o então vereador do PT Jaírson Valério dos Anjos, o Canário, aceitou ser secretário do Trabalho e Renda na nova gestão, segundo o jornal Folha de S. Paulo.

O partido, então, decidiu expulsá-lo: "o que houve foi um flagrante desrespeito a uma decisão do partido", disse o presidente do PT em Campinas, Ari Fernandes. Canário se defende e afirma que foi vítima de "execução sumária" após uma perseguição política. "Como o PT pode fazer oposição a um prefeito que foi da base da presidente Dilma quando deputado federal?", disse. Canário afirmou que vai recorrer da expulsão e que continua sendo militante do PT até que haja uma decisão final. Ari Fernandes negou que tenha ocorrido perseguição política de Canário, e afirmou que há outros 12 processos parecidos com o dele para serem julgados.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13