Rádios On-line
AEDES AEGYPTI

Planta é usada como "arma" para combater dengue em Três Lagoas

Crotalária, que atrai a libélula, inseto predador do mosquito Aedes aegypti, foi plantada na avenida Rosário Congro

22 MAI 2017 - 10h:59Por Kelly Martins

Três Lagoas registrou mais de 250 casos suspeitos de dengue, nos primeiros cinco meses desde ano, segundo a Secretaria Estadual de Saúde. Para ajudar no combate, a prefeitura decidiu plantar sementes de crotalária para população. A planta é pontada por pesquisadores como arma no combate ao Aedes aegypti por atrair  libélulas, predador natural do mosquito da dengue.  Inicialmente, equipes técnicas realizam testes na avenida Rosário Congro, no Centro, às margens da linha férrea, da antiga estação ferroviária.

A ação é feita pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Agronegócio (Semea) e três espécies da planta foram doadas pela pela Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios (APTA), segundo a prefeitura. “Estamos fazendo o teste da espécie Crotalaria Juncea, Crotalaria Spectabilis e Crotalaria Ochroleuca. Vamos verificar qual melhor se adapta ao nosso clima e a que melhor atrai a libélula. Após isso, plantaremos a espécie melhor adaptada em áreas verdes públicas não urbanizadas”, explicou o secretário de Meio Ambiente e Agronegócio, Celso Yamaguti.

A crotalária em fase adulta atrai a libélula, inseto que se alimenta das larvas do mosquito da dengue, além de ser considerado predador natural do Aedes. O inseto distribui seus ovos na água parada, justamente onde o Aedes se prolifera. Pesquisadores apontam muitas cidades têm conseguido combater a proliferação da dengue, zika vírus e chikungunya. Dessa forma, nos últimos meses tem sido comum a distribuição de sementes da planta por órgãos públicos, empresas e até escolas.

Deixe seu Comentário