Rádios On-line

A buraqueira em ruas e avenidas de Três Lagoas é motivo do maior desgaste público de Márcia Moura há um bom tempo

Um bom programa de recuperação do asfalto no centro e nos bairros daria um up na imagem da prefeita junto a moradores

24 DEZ 2015 - 08h:38Por Redação

DINHEIRO EM CONTA 

Assessores da prefeita de Três Lagoas, Márcia Moura (PMDB), guardam a informação a sete chaves, mas está definido que o salário dos servidores, referente a janeiro, será depositado neste dia 30. A antecipação foi definida no início da semana, mas a informação ficou represada, mesmo sendo positiva para a imagem do Executivo perante os servidores, além da expectativa positiva que uma medida gera no comércio.

ASFALTO

A buraqueira em ruas e avenidas de Três Lagoas é motivo do maior desgaste público de Márcia Moura há um bom tempo. Um bom programa de recuperação do asfalto no centro e nos bairros, além de novas pavimentações e conservação de ruas de terra, daria um up na imagem da prefeita junto a moradores. E foi isso o que ocorreu nesta semana, com o início de um trabalho em alguns bairros. Contudo, como no caso do salário antecipado, a informação não foi divulgada à população.

PROJETOS 

A Câmara de Três Lagoas apresentou, nesta semana, o tradicional balanço de trabalhos do ano. Dos projetos aprovados, 67 eram do Executivo e 115 dos vereadores. Apesar de alto, a maioria é de regularização de nomes de ruas. Cada um tem compromisso de elaborar 10 projetos do tipo. No balanço ainda estão os títulos de cidadão, entregues aos montes neste ano pela Câmara.

NÃO GOSTOU

Na sessão desta terça-feira, o vereador Roberto Silvio “Beto” Araújo ficou bravo com o presidente da Câmara, Jorginho do Gás, que, ao anunciá-lo para uso da tribuna, disse que ele iria se despedir. O vereador, defensor dos animais, no entanto, não gostou e questionou o presidente se não retornaria em 2016 - ano de eleição.

PROBLEMAS

Além de não conseguirem  meio de regularizar endereços em Três Lagoas, a Câmara pouco contribuiu para solucionar outro problema grave: a deficiência na iluminação pública. O ano vai terminando com várias ruas às escuras, porque a concessionária de energia não consegue atender a demanda da cidade, principalmente na área central. Quedas de energia têm ocorrido constantemente em Três Lagoas.   

Deixe seu Comentário