Rádios On-line
OBSERVATÓRIO

O homem público não deve defender os interesses da iniciativa privada

Esta é uma coluna com textos sobre política e acontecimentos cotidianos da cidade e do estado

16 MAI 2017 - 10h:18Por Redação

O homem público nunca deve se prostituir no exercício do cargo. Quando isso acontece, corre o risco de perder a credibilidade junto ao cidadão. E em política, a relação de promiscuidade se dá de diversas maneiras. Só que ela fica mais perigosa, quando um homem público decide defender abertamente os interesses da iniciativa privada. Até porque não existe almoço de graça nesse meio.

E todos querem o lixo

A questão do lixo em Três Lagoas ganhou certo destaque recentemente. Para muitos, uma ação orquestrada e patrocinada é claro por interesses privados. O que a população começou a questionar agora é se ao “baixar” os preços para ganhar a concessão do serviço, as empresas vão garantir o padrão de qualidade exigido?

De armas em punho

Ano que vem tem eleição e a julgar pelas ações já em curso, é provável que teremos um grande volume de candidatos a deputado estadual. Alguns estão se preparando para a disputa com ações efetivas. Outros vão usar o histórico político e tem os que estão usando o facebook.

Rebelião prematura?

A pergunta que muitos vem fazendo pela cidade é: O que leva vereadores da base aliada do prefeito se rebelarem com apenas 3 meses de mandato? Guerreiro não estaria dando a atenção necessária aos parlamentares ou a relação entre legislativo e executivo vem azedando por questões políticas mal resolvidas?

Fiança milionária

A situação de André Puccinelli é complicada. Se não pagar R$ 1 milhão até a próxima segunda feira, 22, ele poderá ser preso. O problema é que ele diz não ter esse dinheiro disponível já que está com os bens bloqueados pela justiça. A “Vaquinha Virtual” que organizaram ainda não arrecadou nem R$ 40 mil.

 

 

Deixe seu Comentário