Rádios On-line

Observatório - 11 de Maio de 2013

11 MAI 2013 - 09h:20Por Redação

ESPÓLIO
O ex-presidente da Câmara de Três Lagoas, Nuna Viana (PMDB), disse que não deixou indenizações de servidores comissionados para a nova legislatura pagar. Segundo ele, os comissionados herdados da gestão Fernando Milan foram exonerados no início do ano, não havendo. Nuna disse que se deixasse restos a pagar ao sucessor correria o risco de ser processado por crime de responsabilidade.

ACOMODAÇÃO
As demissões de comissionados, que ocorreram em janeiro, segundo confirmação da Diretoria-Geral da Câmara, eram necessárias para redistribuição de cargos e acomodações nos 17 gabinetes, que têm um quadro de nomeações livres, sem concurso público, de 119 funcionários. Nuna Viana disse que estava impedido de contratar e demitir por força da legislação eleitoral.

TIRO NO PÉ
O ex-presidente da Câmara admitiu ontem que deu uma espécie de tiro no pé ao conceder gratificações a servidores. As benesses incharam a folha e comprometeram a gestão financeira da Casa, sendo obrigado depois a revogar a medida. Desde então, segundo Nuna, ele passou a ser saco de pancadas. 

SEM DIÁRIA
O ex-vereador Celso Yamaguti (DEM) foi o único da legislatura passada a não pegar diária da Câmara. No entanto, não conseguiu se reeleger, demonstrando que o eleitor realmente é acometido de amnésia nas eleições e acaba votando em quem, no curso do mandato, passa a ser sua grande frustração.

CRATERA DA DENGUE
No cruzamento das ruas 23 e 21 na Vila Piloto II, uma enorme cratera – que já está aberta há cerca de três meses -, está colocando em risco a vida dos moradores. O buraco está acumulando água e lixo – um enorme atrativo para o Aedes aegypti, o mosquito que transmite a dengue. Além disso, o tráfego de veículos está caótico  no local. Os condutores precisam desviar da enorme cratera e com isso trafegam na contramão.

CARNIÇA
Outro problema latente na Vila Piloto são as vielas. Além do imenso matagal, e do lixo, animais mortos estão sendo jogados constantemente nessas vielas. Vale lembrar que as vias ficam próximas a escolas e creches, ou seja, diariamente crianças passam por elas.

AGRONOMIA
O MEC (Ministério da Educação) autorizou o funcionamento do curso de bacharelado em Agronomia da AEMS (Faculdades Integradas de Três Lagoas). A publicação saiu no Diário Oficial da União na última quinta-feira.

ACÉFALO
O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (Dnit), em Mato Grosso do Sul, está totalmente acéfalo diante da intervenção da direção nacional do órgão no Estado. A cúpula da superintendência em Mato Grosso do Sul foi demitida em janeiro de 2012, após denúncias de irregularidades apuradas em processos administrativos. A direção do Dnit ficou sem titular no Estado por cinco meses. Em 18 de junho do ano passado, foi nomeado Euler José dos Santos, servidor de carreira do Ministério dos Transportes. Entretanto, a atuação do superintendente provoca reclamações.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13