Rádios On-line

Observatório - 17 de Maio de 2013

17 MAI 2013 - 08h:50Por Redação

BALAIO
A Prefeitura de Três Lagoas segue trabalhando no improviso. Até agora não foi anunciado um plano completo de recuperação das ruas, muitas delas com buracos remanescentes do ano passado. A seção Foto do Dia do JP já publicou uma coleção de buracos que continuam como estavam.

MEDIADORA
O governador André Puccinelli escalou a vice-governadora e secretária de Governo Simone Tebet (PMDB) para mediar as negociações salariais com o grupo Segurança Pública. Apesar das ameaças de sanções e redução do índice de reajuste, policiais civis entram em greve nessa sexta-feira. Na segunda-feira policiais militares e bombeiros decidem pelo aquartelamento. 

REVOADA
Três ônibus lotados partiram de Mato Grosso do Sul ontem à tarde levando 140 delegados do PSDB para a convenção nacional do partido, que acontece nesse sábado em Brasília. O senador Aécio Neves (MG), presidenciável, assumirá o comando do PSDB. 

PLANTÃO
O deputado federal Akira Otsubo (PMDB/MS) ficou a noite toda na sessão da Câmara dos Deputados que votou a MP dos Portos. Foram mais de 20h de sessão, que começou na quarta e terminou na manhã de ontem. “A matéria tinha que ser apreciada logo, para que o Brasil tenha condições de exportar seus produtos a um custo menor e de forma mais ágil”, comentou Akira Otsubo, que já começa a ser notado pela assiduidade no plenário.

TAXAS
O Corpo de Bombeiros de Mato Grosso do Sul passará a ter receita própria, auferida mediante a cobrança de multas e taxas de vistoria. Ontem o governador André Puccinelli assinou decreto que regulamenta o novo Código de Segurança, que pode assegurar, num prazo de três anos, uma receita anual de R$ 20 milhões a corporação. O dinheiro será revertido aos próprios bombeiros, na compra de equipamentos e melhoria da estrutura da corporação. Pelo novo código, do total recursos revertidos para a corporação, 5% serão obrigatoriamente, aplicados em ensino, instrução e em pesquisa da instituição.

EQUIPAMENTOS
De acordo com o comandante-geral do Corpo de Bombeiros, coronel Ociel Ortiz Elias, com a receita das taxas e multas a corporação poderá investir na compra de novos equipamentos, materiais, viaturas e estrutura física. E estes serão bem vindos! Há um bom tempo, o Corpo de Bombeiros de Três Lagoas não vê viaturas e outros equipamentos vindos do governo do Estado. A frota do grupamento local segue com boa qualidade devida às ações mitigadoras das empresas que aqui estão sendo implantadas.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13