Rádios On-line

Observatório - 24 de Abril de 2013

24 ABR 2013 - 08h:19Por Redação

CONTEXTO DO ESPECÍFICO
Doutor em História, o professor da UFMS, campus de Três Lagoas, Vitor Wagner Neto de Oliveira, em entrevista ao RCN Notícias 2ª Edição, na última sexta-feira, lembrou que a popularidade do gestor político está na capacidade dele em atender o básico, ou seja, manter a cidade limpa, garantir a coleta regular de lixo, dispor de médicos na rede pública de saúde em número suficiente, fazer com que as escolas e creches funcionem dentro do horário e assim por diante. Por essa razão é que alguns prefeitos estão caindo em desgraça política, já que não conseguem cumprir com as metas básicas ao administrar um município. 

ODISSEIA
E por falar no básico, um cidadão foi ao posto de saúde do bairro Santa Rita, em Três Lagoas, para tomar a vacina contra gripe. Diante do prédio fechado, soube por um vizinho que houve mudança de endereço, embora não houvesse ali nenhum aviso, como deve ser feito nos casos de alteração de local. No endereço indicado, não foi possível receber a vacina. Embora o intervalo do almoço comece às 11h, os servidores encerram o expediente às 10h45. O prédio antigo, cuja destinação é uma incógnita, continua caracterizado como posto de saúde e o novo é praticamente “invisível” para quem chega pelas vias laterais.

SAPO
O ex-deputado Diogo Tita (PPS) disse, em entrevista ao programa RCN Notícias, da Cultura FM 106,3, que agradeceu, mas achou estranha a presença do vereador Jorge Martinho (PSD), de Três Lagoas, na cerimônia formal de sua diplomação como prefeito, na última segunda-feira, no Cartório Eleitoral de Paranaíba. 

“Não sei como ficou sabendo, pois não convidei ninguém para a diplomação e tampouco para a posse. Estou sendo convocado pela Justiça Eleitoral, mas a festa deveria ter acontecido no dia primeiro de janeiro”, afirmou. Espera-se que para a viagem intempestiva o vereador não tenha solicitado pagamento de diária.

SÓ LUCROS JORRAM
Na última segunda-feira, enquanto a Sanesul anunciava que seus lucros estavam transbordando, moradores do bairro Santa Terezinha, em Três Lagoas, sofriam com a falta de água. O abastecimento foi suspenso por volta das 10h e só retornou depois das 14h. 

 

ACÉFALOS

Há órgãos da Prefeitura que, apesar de cuidarem de atividades essenciais, como o trânsito, não funcionam aos sábados. Há ainda outros que, mesmo sem abrir aos sábados, não operam 100% nos dias de semana. O caso mais clássico é do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ).

 

MANOBRISTA

O deputado Eduardo Rocha (PMDB) disse que a vinda de duas fábricas de maquinários agrícolas para Três Lagoas está na metade do caminho. Um dos sócios já teria sido convencido por ele para mudar a rota. Faltam outros dois. A empresa pretende investir R$ 200 milhões e a primeira opção seria Campo Grande, mas a prefeitura da Capital hesita na concessão de área e incentivos.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13