Rádios On-line

Observatório dia 10 de novembro

10 NOV 2012 - 11h:26Por Redação

SORTE
Um cidadão comentou que a prefeita Márcia Moura não tem tido muita sorte na cadeira de prefeita. Assim que assumiu, enfrentou o problema do vendaval. Depois de reeleita, veio o desacordo com o Hospital Auxiliadora. Agora, a situação causada pelas chuvas!

PLANEJAMENTO
Uma fonte revelou que a prefeita Márcia Moura irá criar a Secretária de Planejamento, a qual será comandada pelo ex-secretário de Finanças, Walmir Arantes.

CARGOS
Falando na nova composição da administração municipal, o diretor de uma Secretaria disse que a movimentação na Prefeitura tem sido grande por parte dos candidatos a vereador que não conseguiram ser eleitos. Estariam eles em busca de cargos?

REAVALIAR
 O debate sobre o desgaste do PMDB na Capital ganhou intensidade depois que o prefeito Nelsinho Trad foi orientado a deixar o partido. No vácuo dessa discussão, o senador Delcídio do Amaral começou a reavaliar sua estratégia para 2014.

ENTRE TAPAS E BEIJOS
Depois do clima tenso na Câmara de Aparecida do Taboado , por causa da recusa do prefeito André Ferreira de fazer mudanças no projeto do Portal do Trevo de acesso da cidade, o tempo estiou ontem com a visita do diretor do hospital regional de Campo Grande à cidade. Robinho, prefeito eleito, voltou a se reunir com André e passou uma borracha na tensão do processo de transição. André abriu as portas nas unidades de saúde para a equipe do prefeito eleito.

RESPEITO ZERO
Quando alguém se torna servidor público, por nomeação ou concurso, é natural que passe a ser uma pessoa pública. Ou seja, as ações desenvolvidas por ela no ambiente de trabalho devem ser, obrigatoriamente, informadas à população. No entanto, isso não tem sido cumprido por muitos agentes públicos de Três Lagoas. Na manhã de ontem, o coordenador do Centro de Controle de Zoonoses (CCZ), Antônio Luiz Teixeira Empke, recusou-se a atender a reportagem do Jornal do Povo. Há semanas, a equipe vinha tentando entrevistar o coordenador para falar sobre a campanha de vacinação antirrábica que, ao contrário de muitos municípios do Estado, ainda não foi realizada em Três Lagoas.

RECURSOS HUMADOS
O que não dá para entender é por que houve o cancelamento da entrevista que já havia sido agendada – inclusive, com informações sobre o atraso que ocorreria por parte da reportagem, com a devida antecedência. Será que isso se deve ao fato de que, na verdade, o CCZ não teria pessoal para promover a campanha? Faltou organização? São perguntas que, agora, ficarão no ar!...

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13