Rádios On-line
BASTIDORES DA POLÍTICA

Prédio da Secretaria de Obras não comporta funcionários e nem reivindicações

20 MAI 2017 - 09h:23Por Da redação

ESQUEMA
A casa caiu para vários políticos do país, inclusive do Mato Grosso do Sul, com delação premiada do dono da JBS. Recursos de impostos que deixaram de ser recolhidos e que poderiam ser investidos em vários setores em benefício da população foram para o bolso de alguns. Lamentável !


DISTANTES
O vereador Antônio Rialino (PTdoB) usou a tribuna da Câmara nesta terça-feira (16) para cobrar uma aproximação maior entre o Executivo e o Legislativo de Três Lagoas. Rialino que está no quarto mandato de vereador reclamou do distanciamento da administração do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB), com os parlamentares. Segundo ele, desde o início dessa gestão, não foi realizada nenhum reunião entre os vereadores e o prefeito.  


HORÁRIO 
Já o vereador Gilmar Garcia Tosta (PSB) usou a tribuna da Câmara para defender a redução da jornada de trabalho dos servidores da Prefeitura de Três Lagoas de oito para seis horas. A opinião do vereador foi alvo de polêmica e opiniões contrárias nas redes sociais.


TRANSPARÊNCIA
As concessionárias de energia elétrica podem ser obrigadas a prestar contas dos valores arrecadados no município e sobre os serviços prestados. A Câmara de Vereadores de Três Lagoas aprovou nesta semana projeto de lei que obriga as concessionárias a prestarem contas da arrecadação. O projeto, de autoria do vereador Luciano Dutra (PDDB), vai para sanção do prefeito Ângelo Guerreiro (PSDB).


CAMPEÃO
E o secretário de Infraestrutura, Dirceu Deguti continua sendo o campeão na lista das reivindicações da Câmara. O problema é que o prédio da Secretaria de Infraestrutura é pequeno e, além de não estar comportando os funcionários da pasta, não está tendo espaço  também para colocar as indicações enviadas pela Câmara.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13