Rádios On-line
8935
CRÍTICAS

Binga afirma esperar que Miziara seja ‘mais ágil’ em 2018

Em entrevista ao Jornal do Povo, da Rádio Cultura FM 106.3MHz, Ailson “Binga” de Freitas pontuou falhas na Educação e Saúde do município

6 FEV 2018 - 12h:00Por Lucas dos Anjos

O vereador Ailson Antônio de Freitas (Binga-PDT) disse em entrevista ao Jornal do Povo, da rádio Cultura FM 106,3Mhz que espera que o prefeito Ronaldo “Miziara” (PSDB) reveja suas atitudes e mude neste segundo ano de mandato.

“Ele não deixa o funcionário trabalhar tranquilo, é só na base do terrorismo, não dá uma boa qualidade, talvez seja uma coisa simples e não faz”, pontuou Binga.

Binga afirma que é difícil ter diálogo com a gestão atual, que o meio de melhorar a cidade é através da política, mas é necessário que o prefeito seja um gestor dinâmico e que corra atrás das obrigações e cumpra as atividades de cada dia. “O prefeito tem muita dificuldade em diálogo, ele é autoritário, tudo tem que ser do jeito dele, o que ele pensa todos tem que acatar. Ele é muito acomodado. Um prefeito tem que ser dinâmico, correr atrás de melhorias todos os dias, ele gosta de fixar tudo nele, mas no fim, não está resolvendo nada”, disse.

Ailson ainda comentou sobre o projeto da taxa do lixo, o vereador disse que Miziara retaliou os colegas de tribuna que faltaram à sessão extraordinária. Segundo Binga, “não é que eles queiram atrapalhar a administração, mas não podem aceitar que o prefeito pense que é o patrão e eles devem obedecer a tudo.”

O legislador cita ainda outro ponto crítico da gestão do psdbista, que, segundo ele, seria a lentidão para solucionar problemas. Segundo Binga, desde a primeira chuva, em dezembro, uma moradora ficou com seu veículo ilhado por conta dos buracos e que a prefeitura ainda não teria resolvido a situação do local. “O carro de uma paranaibense está ilhado na garagem e não tem como sair, e isso desde a primeira chuva. Ela  já ligou na prefeitura, mas ninguém toma decisão nenhuma”, contou.

O pdtista seguiu fazendo duras críticas a Miziara no que se refere à Secretaria de Saúde e suas ações, pois, segundo ele, a prefeitura tem gastado um alto valor com a frota de veículos e prestando um mal serviço. “Mais uma vez é comodismo dele, de ficar pagando aluguel e não procurar comprar veículos novos. Toda semana eu recebo reclamações de usuários do transporte da saúde, de ônibus quebrado, pneu estourado e até de pacientes que perdem consulta por causa disso”, explica Binga.

“Mesmo que os veículos sejam terceirizados é preciso fiscalizar, porque a prefeitura está pagando caro e não tem garantido um serviço de qualidade aos paranaibenses”, criticou.

Binga afirma ainda que faltam inúmeros produtos nas unidades de saúde, inclusive remédios e até receituários. “A Vigilância Sanitária está indo nas farmácias e pedindo  aos farmacêuticos que aceitem a receita em uma folha sulfite, porque não tem receituário. A gente vai atrás e não tem nem resposta”, esclareceu.

O vereador encerrou a entrevista citando o caso de um bebedouro de um posto de saúde, que estaria estragado desde o final de 2017. “Outra notícia triste é que o bebedouro do postinho Daniel está desde novembro estragado e os funcionários ficam levando garrafas de água. E pior ainda é a geladeira de vacina que estragou e eles levaram uma convencional para fazer a estocagem”, finalizou.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13