Rádios On-line
8934
SOLIDARIEDADE

Duzentas cartas esperam adoção para 'Papai Noel dos Correios'

Os presentes devem ser entregues até o próximo dia 14 e precisam estar embrulhados

5 DEZ 2018 - 14h:48Por Talita Matsushita

A campanha de Natal “Papai Noel dos Correios” está em fase final de arrecadação de brinquedos para serem doados para crianças. Em Paranaíba os interessados em participar têm até o próximo dia 10 para procurar a agência e retirar a carta que vai adotar, ainda restam aproximadamente 200 cartas.

Em Paranaíba, de acordo com Patrícia Latife, superintendente dos Correios em Mato Grosso do Sul, que participou ao vivo do Jornal do Povo que vai ao AR na rádio Cultura FM 106.3, os brinquedos arrecadados serão doados para crianças dos Ceinfs (Centros de Educação Infantil) Dona Chiquinha e Marlene Maria de Sene Souza. Ao todos foram escritas 329 cartas. 

Os presentes devem ser entregues até o próximo dia 14 e precisam estar embrulhados, os funcionários dos Correios fazem a entrega.

Patrícia explicou que em todo Estado foi feita parceria com escolas, mas a população pode procurar cartas de um modo geral para atender os pedidos. “Acontecia de crianças maiores de cinco anos pedirem brinquedos caros, com eletrônicos, por isso estipulamos as parcerias com as escolas, para que a professora possa trabalhar a elaboração desta carta e orientar com relação aos pedidos, mas na maioria são coisas simples como carrinhos, bonecas, pião, bola. A pessoa pode atender de acordo com sua condição social”, pontuou.

A superintendente ainda destaca que a campanha teve início pois funcionários dos Correios recebiam as cartas e por iniciativa própria começaram a atender os pedidos. Neste ano mais de 80% das cartas já foram atendidas, num total de 13.318 em todo MS.

A agência de Paranaíba fica localizada na rua Treze de Maio, 255, Centro.

Como surgiu
A campanha Papai Noel dos Correios nasceu pela iniciativa de alguns empregados, que, durante a rotina de trabalho, recebiam cartas escritas por crianças, destinadas ao Papai Noel, mas sem endereço. Sensibilizados, resolveram adotar eles mesmos as cartinhas e enviar os presentes. Com o passar do tempo, a ação foi ganhando proporção e acabou se transformando num projeto corporativo dos Correios.

Funcionamento da campanha
A adoção pelos padrinhos é feita da mesma maneira em todo o Brasil: as cartas enviadas pelas crianças são lidas e selecionadas. Em seguida, são disponibilizadas na casa do Papai Noel ou em outras unidades da empresa. Os Correios não distribuem cartas para adoção diretamente à população, em suas residências. As cartas do Papai Noel dos Correios ficam disponíveis apenas nos locais indicados no blog da campanha.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13