Rádios On-line
8990
RECLAMAÇÕES

Eleitores relatam problemas com foto de candidato no 2º turno

Em Paranaíba até o momento pelo menos cinco urnas apresentaram problemas

28 OUT 2018 - 10h:58Por Talita Matsushita

Em Paranaíba até o momento pelo menos cinco urnas apresentaram problemas, três relacionadas a foto de candidato, uma eleitora relatou não conseguir concluir o voto, e uma outra reclamação que ainda é apurada pela Justiça Eleitoral; problema semelhante foi registrado no primeiro turno realizado no último dia 7. Até o momento nenhuma urna foi substituída em Paranaíba. 

Um dos problemas com foto foram registrados na Escola Estadual Gustavo Rodrigues da Silva na sessão 105, onde um eleitor afirmou que não apareceu a foto do candidato que escolheu não apareceu na urna, ele disse ter avisado o mesário que registrou formalmente a relcmação.

Adão Queiroz também relatou problema com a urna na Uems (Universidade Estadual de Mato Grosso do Sul), quando não apareceu a foto do candidato que escolheu; ele contou que acionou o mesário, porém não contentou com a explicação e chamou a Polícia Militar. 

Além disso a Justiça Eleitoral foi acionada para comparecer na Escola Manoel Garcia Leal, na sessão 65, onde uma eleitora alegou não conseguiu ver a foto do candidato escolhido, porém segundo o promotor eleitoral, Leonardo Palmerston, o voto foi computado, e pode ter acontecido pelo fato de a pessoa não ter esperado a foto carregar e já conformou o voto, o que fez o voto ser concluído sem a foto aparecer e este fato não altera ou anula a escolha. 

A juíza Naria Cassiana Silva Barros afirmou que neste caso a eleitora era idosa e anulou o voto e por isso não apareceu foto de nenhum candidato.

Mais cedo a Justiça Eleitoral de Paranaíba comunicou que uma eleitora da sessão 38, na escola Maria Luiza Correa Machado reclamou que quando finalizou seu voto não apareceu o número 100% e não acreditou que seu voto havia sido computado, mesmo a juíza eleitoral Naria Cassiana Silva Barros afirmando que o voto havia sido concluído. “O fato foi registrado em ata”, disse.

De acordo com a chefe do Cartório Eleitoral da 13ª Zona Eleitoral, Luciene Cristina Silva Freitas, o eleitor que registrar problemas nas urnas eletrônicas não deve sair do local até a chegada da Justiça Eleitoral e a detecção do que de fato ocorreu, mas se a pessoa já votou, teve algum problema pode voltar e pedir para o mesário registrar em ata.

 

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13