Rádios On-line
8990
EXCLUSIVO

Esquema 'Lata Velha' furta e transforma carros em Paranaíba

Peças sem identificação e carro furtado em SP são encontrados em oficina

4 OUT 2019 - 19h:59Por Leonardo Guimarães

Uma investigação de furto e receptação de veículos feita pela Polícia Civil do Estado de São Paulo, comandada pelo delegado Ricardo Agusto de Oliveira Jordão, titular da Delegacia de Polícia Civil do município de Três Fronteiras, culminou em uma operação no município de Paranaíba (MS), região de divisa entre os dois Estados. A investigação pode ter descoberto um sofisticado esquema de furto, transformação e receptação de veículos mantido por ladrões, mecânicos e funileiros.

Assemelhando-se ao quadro de TV “Lata Velha”, do programa "Caldeirão do Huck", apresentado por Luciano Huck na Rede Globo de Televisão, em que uma equipe de profissionais especializados deixam irreconhecíveis veículos antigos, a suposta organização furtava carros de modelos clássicos dos anos 80 e 90 alterando cores, incluindo acessórios, “esquentando” documentação e dando ar de legalidade no momento da revenda. Detalhes da operação foram obtidos com exclusividade pelo JPNEWS.

Com o apoio de duas viaturas e oito policiais de Paranaíba, cerca de 20 homens entre investigadores, agentes e delegados em cinco viaturas das cidades paulistas de Três Fronteiras, Santa Rita d'Oeste, Santa Clara d'Oeste, Rubineia e Santa Fé do Sul cumpriram cinco mandados de busca em três oficinas, um depósito de peças e uma residência no município. Quatro pessoas foram detidas e encaminhadas à Delegacia.

Por volta das 8h de sexta-feira (4) as equipes se deslocaram aos bairros Jardim Karina e Santa Lúcia onde encontraram, em uma oficina, um veículo VW Voyage furtado em agosto de 2019 no município de Santa Clara d’Oeste. O veículo apresentava sinais identificadores adulterados, como numeração de chassi, motor e placas, além da cor original. Ao ser questionado sobre a procedência do veículo, o proprietário do estabelecimento afirmou que o carro havia sido deixado no local por um cliente, porém, afirmou que não sabia o nome e nem o endereço do homem. Ainda em conversa com os policiais, o comerciante forneceu o número telefônico do suposto cliente.

Em contato telefônico, os policiais solicitaram a presença do homem juntamente com a documentação do carro. Minutos depois, compareceu um mototaxista afirmando ter sido contratado para deixar um documento de um veículo no local. O comportamento suspeito do dono do carro em não comparecer pessoalmente chamou a atenção da equipe policial que, ao tomar conhecimento de onde o homem se encontrava, se dirigiu até ele.

Localizado, em conversa com os policiais, o proprietário apresentou documentação “fria” (irregular), confessando que o veículo havia sido comprado de forma irregular. Ele foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil do município.

Na mesma oficina também foram encontradas várias peças de veículos sem procedência, inclusive relacionadas a outro veículo com registro de furto no Estado de São Paulo. O proprietário da oficina também foi conduzido à Delegacia, assim como dois mecânicos de outros estabelecimentos, suspeitos de envolvimento com a rede de furto, adulteração e receptação de veículos.

O caso segue em investigação.

 

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13