Rádios On-line
8990
CONCURSO PúBLICO

'Estranho', diz homem sobre candidatos sozinhos com fiscais

Concorrente também afirmou que pessoas escolheram onde sentar durante provas

22 SET 2019 - 19h:20Por Leonardo Guimarães

Um comerciante que prestou o concurso da Prefeitura de Paranaíba (MS), no domingo (22), fez uma observação e um questionamento nas redes sociais após a realização da prova. O concorrente a vaga de fiscal de tributos municipais, afirmou ter ficado sozinho na sala com a fiscal de prova por aproximadamente uma hora, depois da saída de outros candidatos. “Estranhamente o concurso não exigiu a permanência dos três últimos na sala. Eu fiquei sozinho com a fiscal por mais de uma hora”, escreveu Alexandre Borges.

Em contato com o JPNEWS, Alexandre informou que questionou a fiscal sobre o procedimento. “Eu questionei a fiscal sobre a situação, afinal já prestei diversos concursos e vestibulares. Ela falou que estava certo e que cada banca tem um jeito de executar a prova”.

O comerciante afirmou que todos os fiscais eram pessoas de Paranaíba, podendo ter ocorrido a "coincidência de ter ficado em uma sala onde o fiscal fosse um amigo ou até um parente. Como pode ter ocorrido nas outras diversas salas", pontuou.

Em geral, bancas que organizam vestibulares e concursos exigem a permanência dos três últimos candidatos em sala, para que se retirem juntos do local, como forma de evitar supostos esquemas de corrupção no preenchimento de gabaritos.

Borges disse ainda que estranhou também o fato de as mesas e cadeiras onde os candidatos realizaram o concurso não terem sido pré-determinadas pela banca. “E tem outro detalhe que eu não gostei. As carteiras onde você sentava eram livres. Eu poderia entrar na sala e me sentar junto de algum amigo que estivesse prestando o concurso. Eu poderia me sentar ao lado dele. Diferente da maioria dos concursos onde as cadeiras já são determinas e você não escolhe se sentar perto da pessoa x ou y”, disse.

O candidato afirmou que isso pode ter facilitado a troca de informações entre pessoas. “Vamos construir um exemplo. Meu irmão é formado em matemática e eu sou melhor em português, aí a gente se inscreveu para a mesma vaga, e aí eles juntaram na mesma sala o mesmo curso; na sala onde eu estava todos estavam disputando a vaga de fiscal de tributos, como deveria ter uma 40 pessoas na minha sala, estavam muito perto um do outro. Naturalmente dava para você passar respostas de um para o outro. E outra, depois nesse cenário de final de prova, você não tem obrigatoriedade de ficar com outras pessoas”.

Nas redes sociais, concorrentes falam em acionar a Justiça. Nos comentários da publicação, diversas pessoas também apontam supostas irregularidades na execução das provas. Veja.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13