Rádios On-line
CRISE

Frigorífico tenta liberar uma tonelada de carne para exportação

Justiça embarga até que empresa pague salários atrasados

6 JUN 2016 - 23h:43Por Roberto Chamorro

O frigorífico Total S.A. está tentando suspender o embargo de aproximadamente uma tonelada de carne que está armazenada na unidade de Paranaíba. Na ultima sexta feira, o juiz da vara de Trabalho, Luis Divino Ferreira atendeu pedido dos trabalhadores e bloqueou a saída do estoque de carne que está no interior do frigorífico para garantir o pagamento de salários atrasados e direitos trabalhistas.

Nesta segunda-feira, em uma primeira tentativa, os advogados contratados pela Total S.A. ofereceram uma contra proposta que não foi aceita pelos representantes dos trabalhadores.  O valor estimado da carne estocada na unidade de Paranaíba está estimado em R$ 2 milhões e correspondem ao abate de um lote que estava em vias de ser exportado para Hong Kong.

O valor seria suficiente para pagar dois meses de salários atrasados de aproximadamente 280 funcionários. A Dra. Conceição Aparecida que representa o sindicato dos trabalhadores em frigorífico espera que possa haver acordo na reunião que será realizada nesta terça feira, uma vez que o frigorífico tem prazo para o embarque da carne destinada ao mercado asiático.

A advogada teme que as dificuldades financeiras da Total S.A.  possam  se agravar e levar a suspensão do fornecimento de energia elétrica na unidade industrial, com o desligamento das câmaras frigoríficas.

De acordo com os trabalhadores, estão suspensas as escalas de abate e a orientação repassada pela empresa era para que fosse retirado tudo o que fosse possível. Os funcionários bloquearam a entrada e saída da unidade de Paranaíba na ultima sexta feira até que a Justiça de Trabalho decidiu pela liminar para garantir o pagamento de salários, acertos trabalhistas e encargos sociais que não estão sendo recolhidos.     

Deixe seu Comentário