Rádios On-line
8031
Prefeitura PPA
PARANAÍBA

Funcionário público é preso após venda de terrenos da Prefeitura

A Polícia Civil encontrou documentos falsificados que comprovavam a venda dos terrenos, no carro dele

14 JUL 2017 - 16h:16Por Talita Matsushita

João Maria dos Santos, 54 anos, conhecido como Santinho, funcionário público lotado como assessor de imprensa na Câmara Municipal de Paranaíba foi preso em flagrante pela venda de terrenos da Prefeitura de Paranaíba, na tarde de ontem, por volta das 15h. A Polícia Civil encontrou documentos falsificados que comprovavam a venda dos terrenos, no carro dele. O caso registrado como estelionato, falsidade ideológica e falsificação de documento público.

Segundo boletim um casal, que reside em Tanabi-SP, procurou o setor administrativo da Prefeitura afim de obter informações quanto a compra de um terreno, localizado na Rua Vereador Eli Robalinho de Queiroz, s/n, Quadra 11, atrás do Cemitério Municipal, realizada no ano de 2015, através do funcionário conhecido como Santinho.

A vítima contou que realizou o depósito no valor de R$ 5.700 para sua irmã que reside em Paranaíba, para que esta entregasse o dinheiro para Santinho. Posteriormente, em dezembro de 2016 o funcionário público cobrou a quantia de R$ 700 para que fosse ligado água e energia no referido terreno. A quantia foi entregue em mãos da vítima para o autor.

Após o pagamento dos R$ 700 a mulher, por não residir na cidade, ligava constantemente para Santinho, porém ele sempre dizia “pode deixar que eu tô ajeitando”.

A mulher relatou ainda que Santinho levou pessoalmente o casal por duas vezes no referido terreno. Nesta quinta-feira (13) o casal se deslocou da cidade de Tanabi para Paranaíba, com o objetivo de obter informações se já havia sido regularizado o terreno e se este já se encontrava com a água ligada.

Eles foram até a Prefeitura, onde o casal apresentou os documentos que receberam de Santinho, onde foram informados que os documentos são falsificados, e após foram encaminhados ao setor administrativo da Prefeitura, setor este que entrou em contato com a Delegacia de Polícia Civil, solicitando a presença da equipe policial.

A vítima informou ainda que por não ser alfabetizada não tinha conhecimento da veridicidade dos documentos entregues por Santinho. A mulher então entrou em contato via telefone com o autor, o qual informou ir ao encontro da vítima, e assim feito, sob observação da equipe policial, Santinho foi conduzido para Delegacia, para as providências cabíveis.

Foi realizado vistoria no veículo Palio Fire, que estava em posse de Santinho, sendo encontrado vários envelopes contendo vários documentos da Prefeitura, inclusive Termo de Outorga e Permissão de Uso de Bem Público, sendo que vários destes, encontravam nitidamente falsificados, com colagem de assinaturas por cima do texto original, comprovando as investigações de que o autor se utiliza do acesso a documentos públicos para revender propriedades municipais.

Outro caso

No mês de março foi registrado um boletim de ocorrência registrado por um funcionário da Prefeitura de Paranaíba, na época ele comunicou à Polícia a venda de terrenos localizados no bairro Universitário II, pertencentes a Prefeitura de Paranaíba. Os terrenos foram doados pelos empresários donos do loteamento para que seja construída área de recreação, como uma praça.

O funcionário desconfiou do caso pois neste terreno, de propriedade do Município estava sendo instalado cavalete de água, e ao conversar com a equipe da empresa que estava lá para saber quem teria feito o pedido para ligação de água no local, os funcionários não souberam responder.

Na época ao se descolarem até a unidade da empresa de saneamento da cidade para obter informações de quem teria feito o pedido para instalação de água em um terreno do órgão municipal, chegou até um homem, 51 anos, que disse ter comprado o terreno de um funcionário público que trabalha na Câmara Municipal.

Deixe seu Comentário

TVC Canal 13

Ver Todos os Programas da TVC
Dá Negócio
6651